Brasil lidera ranking de realização de cirurgias plásticas

Os Estados Unidos aparecem em segundo lugar.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Brasil ocupa o primeiro lugar no ranking mundial de realização de cirurgias plásticas, segundo a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS, na sigla em inglês). Levantamento realizado pela instituição mostrou que do total de 11.363.569 procedimentos realizados em 2019, 13,1% foram feitos no país, o que em números corresponde a 1.493.673. Os Estados Unidos aparecem em segundo lugar com 11,9%.

O estudo da ISAPS é feito anualmente e, em 2018, já havia apontado a liderança brasileira na realização de cirurgias plásticas. Desde então, o país mantém a média de, aproximadamente, 1,5 milhão de procedimentos estéticos realizados por ano.

Para o próximo levantamento, no entanto, a expectativa é de redução dessa média. Isto porque em 2020 houve a interrupção da realização de cirurgias, não apenas estéticas, por conta da pandemia da Covid-19. 

Para se ter ideia, no âmbito da cirurgia geral, pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) identificou que, entre março e dezembro de 2020, houve o represamento de 1.119.433 operações, sendo 161.321 de emergência e 928.758 eletivas. 

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.