O sonho do hexa mais uma vez foi adiado, em Kazan na Rússia, as quartas de final foram disputadas entre o escrete canarinho e a Bélgica que busca vencer a Copa pela primeira vez, num dos duelos mais equilibrados dessa fase do mundial, os europeus foram precisos e contaram com a sorte.

A Bélgica marcou dois gols no primeiro tempo, o primeiro após cobrança de escanteio que Fernandinho desviou para o gol, sendo o primeiro dos europeus no jogo e o segundo gol-contra cometido por um jogador brasileiro desde que o país disputa mundiais de futebol.

COm mais confiança e organização, a Bélgica chegou ao segundo gol com o meia Kevin de Bruyne num chute forte e indefensável para o goleiro Alisson, o Brasil perdeu um gol com Paulinho quando o jogo estava zero a zero e teve sérias dificuldades para marcar o adversário, principalmente Hazard e De Bruyme, que venceram duelos individuais contra Fagner e Marcelo, no ataque o time foi tímido.

Na segunda etapa, o técnico Tite colocou três jogadores: Firmino, Douglas Costa e Renato Augusto, o time melhorou e passou a pressionar fortemente a Bélgica, chegando a diminuir com Renato Augusto, entretanto a pontaria brasileira foi decepcionante e o time acabou eliminado do mundial, sem uma atuação convincente e com jogadores como William, Fernandinho e Gabriel Jesus muito criticados pelo torcedor, no próximo ano teremos mais uma competição em casa, a Copa América.

(imagem FIFA)