Botafogo reverte vantagem vascaína no último minuto e vence o estadual nos pênaltis Sob os olhares de Tite, glorioso chega a sua 21ª taça no estado

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

No segundo jogo da final do campeonato carioca, mais de 60 mil pessoas assistiram a última partida do estadual, o Vasco jogava por um empate e o otimismo levou muitos cruzmaltinos ao Maracanã, os botafoguenses foram em bom número, mesmo em menor quantidade, promovendo um belo espetáculo e de quebra o recorde nacional de público num jogo de futebol no país, realizado nesta temporada, contrariando a lógica de um campeonato esvaziado.

Jogando com o regulamento na mão, o Vasco criava melhores oportunidades e o Botafogo insistia, levando a partida num crescimento em emoção por um lado e pobreza técnica por outro, fruto de equipes que são mais operárias do que brilhantes na construção de jogadas.

Duas expulsões marcaram o clássico, uma de cada lado e em cada tempo, na etapa inicial, Fabrício,lateral-esquerdo do Vasco foi expulso, após jogada violenta, no final do segundo tempo, quando o Vasco tinha o campeonato nas mãos, por empatar sem gols, foi a vez do chileno Léo Valência ser retirado, também por jogada ríspida.

O árbitro deu acréscimo no segundo tempo até aos 50, nos segundos finais do jogo após escanteio e confusão na área, o zagueiro argentino Joel Carli marcou o gol de empate e que levava a decisão para a marca da cal, era a hora dos goleiros brilharem e dos batedores chamarem a responsabilidade da consagração ou execração para si.

Nas penalidades marcaram para o Botafogo: Brenner, Gilson, Marcinho e Renatinho, sendo a cobrança de Rodrigo Pimpão defendida por Martín Silva, para o Vasco marcaram: Wagner, Yago Picachu e e Ríos, as cobranças de Werley e Henrique foram defendidas por Gatito Fernandez.

Entre a Taça Guanabara e a Taça Rio, o Botafogo disputou 11 partidas na fase de grupos, vencendo cinco, empatando quatro jogos e sendo derrotado em dois, marcando 12 gols e sofrendo 9, foi semifinalista do primeiro turno e foi eliminado para o Flamengo e no segundo turno chegou a decisão e acabou goleado pelo Fluminense, na semifinal geral eliminou o Flamengo, ao vencer o rival por 1 a 0 e nas duas finais, perdeu o primeiro jogo por 3 a 2 e venceu o segundo no tempo normal por 1 a 0 e nas penalidades por 4 a 3. Este é o vigésimo primeiro titulo do clube na competição, sendo o quarto maior vencedor do campeonato carioca.

(imagem Twitter)

 

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.