No segundo jogo da final do campeonato carioca, mais de 60 mil pessoas assistiram a última partida do estadual, o Vasco jogava por um empate e o otimismo levou muitos cruzmaltinos ao Maracanã, os botafoguenses foram em bom número, mesmo em menor quantidade, promovendo um belo espetáculo e de quebra o recorde nacional de público num jogo de futebol no país, realizado nesta temporada, contrariando a lógica de um campeonato esvaziado.

Jogando com o regulamento na mão, o Vasco criava melhores oportunidades e o Botafogo insistia, levando a partida num crescimento em emoção por um lado e pobreza técnica por outro, fruto de equipes que são mais operárias do que brilhantes na construção de jogadas.

Duas expulsões marcaram o clássico, uma de cada lado e em cada tempo, na etapa inicial, Fabrício,lateral-esquerdo do Vasco foi expulso, após jogada violenta, no final do segundo tempo, quando o Vasco tinha o campeonato nas mãos, por empatar sem gols, foi a vez do chileno Léo Valência ser retirado, também por jogada ríspida.

O árbitro deu acréscimo no segundo tempo até aos 50, nos segundos finais do jogo após escanteio e confusão na área, o zagueiro argentino Joel Carli marcou o gol de empate e que levava a decisão para a marca da cal, era a hora dos goleiros brilharem e dos batedores chamarem a responsabilidade da consagração ou execração para si.

Nas penalidades marcaram para o Botafogo: Brenner, Gilson, Marcinho e Renatinho, sendo a cobrança de Rodrigo Pimpão defendida por Martín Silva, para o Vasco marcaram: Wagner, Yago Picachu e e Ríos, as cobranças de Werley e Henrique foram defendidas por Gatito Fernandez.

Entre a Taça Guanabara e a Taça Rio, o Botafogo disputou 11 partidas na fase de grupos, vencendo cinco, empatando quatro jogos e sendo derrotado em dois, marcando 12 gols e sofrendo 9, foi semifinalista do primeiro turno e foi eliminado para o Flamengo e no segundo turno chegou a decisão e acabou goleado pelo Fluminense, na semifinal geral eliminou o Flamengo, ao vencer o rival por 1 a 0 e nas duas finais, perdeu o primeiro jogo por 3 a 2 e venceu o segundo no tempo normal por 1 a 0 e nas penalidades por 4 a 3. Este é o vigésimo primeiro titulo do clube na competição, sendo o quarto maior vencedor do campeonato carioca.

(imagem Twitter)