A curta carreira de Zé Ricardo já permite se ter uma noção de como suas equipes jogam ou pelo menos ele gostaria que jogassem. Não é uma retranca ou um estilo de ataque suicida que as caracterizam. É o time equilibrado, que prioriza as linhas mais baixas, mas ataca com inteligência. Foi assim que o Botafogo definitivamente deixou o medo do rebaixamento para trás ontem, ao vencer o Internacional por 1 a 0, no Nilton Santos, pelo Campeonato Brasileiro, com gol de Erik. Foi assim que o torcedor alvinegro passou a sonhar com Libertadores.

  • Não tem jogo fácil, Campeonato Brasileiro é assim – afirmou o zagueiro Igor Rabello: – Agora é pensar no Santos, buscar a vitória e tentar chegar na pré-Libertadores.

Afinal, a distância para o Atlético-MG, sexto colocado, foi para seis pontos, com mais três rodadas a serem disputadas. São nove pontos ainda à disposição e a possibilidade de o Cruzeiro chegar à sexta colocação, transformando G-6 em G-7.

Ainda haverá um confronto direto contra o Galo, a última partida de 2018, no Independência. Se tudo der certo, poderá ser o duelo decisivo para o Alvinegro conquistar uma vaga na Libertadores das mais improváveis dos últimos tempos.

Tamanha reviravolta nas expectativas só foi possível depois que Zé Ricardo conseguiu ver seu estilo de jogo implementado no Botafogo. Com uma defesa mais sólida, reforçada por um goleiro da qualidade de Gatito Fernandéz e a transição do meio para o ataque funcionando melhor, as vitórias se multiplicaram. Contra o Internacional, foi a quarta seguida. O placar magro só aconteceu porque, no segundo tempo, os jogadores de frente perderam gols por atacado.

Ainda bem que Erik aproveitou a chance que teve. E com muita categoria. Aos 41 minutos do primeiro tempo, ele recebeu cruzamento, matou a bola no peito e bateu com o pé direito, sem chances para o goleiro Marcelo Lomba.

Fonte: EXTRA