Bolsonaro assina MPs que viabilizam volta do auxílio emergencial

O valor das parcelas deve ficar entre R$ 175 e R$ 375.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) assinou duas medidas provisórias (MPs) que abrem caminho para o pagamento da nova rodada do auxílio emergencial. O Palácio do Planalto está avaliando se o presidente irá pessoalmente ao Congresso Nacional, nesta quinta-feira (18), para entregar os textos.

A primeira MP, com o novo auxílio, que pode atingir até 46 milhões de brasileiros, foi enviada na noite de quarta-feira ao Palácio do Planalto para a assinatura de Bolsonaro. A segunda medida provisória, com a liberação de crédito, foi finalizada pela equipe econômica na madrugada desta quinta.

Segundo falas recentes do ministro da Economia, Paulo Guedes, a ideia é iniciar o pagamento da nova rodada em abril. O valor das parcelas deve ficar entre R$ 175 e R$ 375.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.