Após conseguir uma virada difícil na Arena do Grêmio, o River Plate aguardava o resultado entre Boca Júniors e Palmeiras, para saber quem enfrentaria na final da Taça Libertadores da América. O jogo de ida foi desfavorável para o time paulista, que não conseguiu reverter o placar de 2 a 0 em São Paulo, onde a partida terminou empatada em 2 a 2.

Com o confronto final decidido, a Argentina chegará aos 25 títulos conquistados nessa competição que chega a sua 58ª edição, sendo o país com o maior número de títulos vencidos. O Boca é hexa-campeão e o River pode chegar ao tetra-campeonato. Ao todo, 8 equipes argentinas já venceram a Libertadores.

A final será dividida em dois jogos, começando a partir da próxima quarta-feira, 07 de outubro, na Bombonera e tendo a decisão no Monumental de Nuñes, no próximo dia 28. É a primeira vez na história que o “Superclássico” das ‘américas’ decidirá o campeão da Liberta. Comentaristas e meios de comunicação esportivos dão o jogo como o “maior do continente”.

De acordo com a Conmebol, a partir de 2019 a final vai ser decidida em apenas um duelo, em campo neutro, sendo sorteado antes do ponta-pé inicial da Taça.

A final histórica será transmitida ao vivo pelos canais Fox Sports.

Por: Gabriel Malheiros