Na tarde de ontem, uma semifinal surpreendente agitou o estádio Nilton Santos, Bangu e Boavista, duas equipes de investimentos modestos, definiam quem seria o finalista do primeiro turno do campeonato estadual.

O Boavista por ter melhor campanha, dependia de um empate ou vitória para chegar pela segunda vez a decisão, a primeira havia sido em 2011, quando perdeu para o Flamengo e na fase anterior eliminou o Fluminense, então campeão brasileiro.

Já o Bangu precisava vencer, pois nenhum outro resultado interessava, o time tentava chegar a uma final de turno, o que não ocorria desde 2002, sendo o time da zona oeste da capital, bicampeão estadual conquistando o título em 1933 e 1966.

O verdão de Saquarema, região dos lagos do Rio de Janeiro, abriu dois a zero na primeira etapa com o meia Felipe Gabriel, dificultando ainda mais a vida de seu adversário, que no segundo tempo, chegou a igualar com gols de Nilson e Almir.

O empate levou o time do interior a decisão, agora o time aguarda o vencedor do clássico de amanhã entre Flamengo e Botafogo, que será realizado em Volta Redonda.

(imagem retirada do Twitter)