A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias e a Polícia Militar realizaram nesta quarta-feira (12.09) a terceira etapa da Blitz Verde, iniciativa que tem como objetivo conscientizar motoristas e pedestres sobre os problemas causados pelos incêndios florestais. A ação distribuiu cerca de 1.500 cartilhas de prevenção a queimadas em Corrêas, local em que foi registrada uma ocorrência deste tipo no último final de semana, que consumiu o equivalente a um campo de futebol na Rua Vigário Corrêa. A entrega do material faz parte do Plano Inverno de Petrópolis 2018, que busca enfrentar as ameaças da estação com ações em dois eixos: operacional e humanitário.

Desde janeiro, são mais de 50 incêndios florestais registrados pelo Corpo de Bombeiros em regiões como Araras, Secretario, Itaipava, Nogueira e Posse. Após o início do período de estiagem, em julho, são mais de 180 hectares destruídos pelo fogo. A ideia dos órgãos é envolver a população para reduzir o número de casos na cidade. Por conta disso, além dos motoristas e pedestres, as cartilhas também são entregues no comércio próximo a ação. O trabalho de conscientização já foi realizado no Centro e em Itaipava, e será realizado em outros bairros da cidade.

Fazer queimadas, mesmo em áreas rurais, é crime previsto em lei e pode levar a detenção de seis meses a um ano, além da aplicação de multa. Outro ponto importante da ação é a orientação sobre os problemas causados pela soltura de balões, que causam danos ao meio ambiente e à saúde. A presença da Policia Militar, neste aspecto, é fundamental para o sucesso na entrega das cartilhas.

“Estamos enfrentando um período de estiagem, que favorece o surgimento e a propagação dos incêndios florestais, que vai permanecer até meados de novembro. A presença da polícia reforça que a prática é crime, assim como a soltura de balões, que causam danos ao meio ambiente e à saúde da população. Não podemos perder o foco com essa questão e precisamos da ajuda da população como nossa grande aliada contra as queimadas”, explica o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, que acompanhou de perto a entrega das cartilhas em Corrêas.

Além da entrega das cartilhas de prevenção a incêndios florestais, 35 alunos da Escola Municipalizada Hercília Henriques Moretti puderam conhecer os equipamentos de combate ao fogo em vegetação, como bombas costais e foices, que ficaram expostos ao longo do dia para visitantes na frente de uma barraca montada pela Defesa Civil municipal na Praça de Corrêas.

“É importante que os alunos conheçam os riscos da nossa cidade. Os incêndios florestais são uma grande preocupação, destruindo o meio ambiente e levando riscos até para quem mora próximo a uma área verde. Os alunos puderam ver de perto os equipamentos e aprenderam mais sobre prevenção”, disse a diretora da unidade, Zoraia Hang.

Morador do Bairro da Glória, o vendedor Ânderson Pereira da Silva, deixou a filha na escola antes de ir trabalhar e recebeu a cartilha da Defesa Civil. Ele elogiou a proposta e disse que próximo à casa dele acontecem queimadas. “Eu fico assustado, principalmente por ter criança em casa. Infelizmente tem gente que não entende os riscos que o fogo causa. Espero que a população aprenda um pouco com a ajuda da PM e da Defesa Civil”, comentou.

Outra ferramenta importante na prevenção a incêndios florestais é o drone, que foi utilizado pela Defesa Civil em parceria com órgãos ambientais no mapeamento e monitoramento de áreas de preservação. Mesmo após o término deste trabalho, o equipamento permanece disponível para os órgãos ambientais e para o Corpo de Bombeiros em caso de queimadas.

“Seguimos à disposição, não apenas com o drone, mas também com a nossa brigada de combate aos incêndios florestais. O trabalho antecipado e organizado busca reduzir o número de ocorrências deste tipo na cidade. Esperamos conseguir bons resultados com as ações em conjunto”, explica Paulo Renato.

O trabalho preventivo da Defesa Civil também estabelece ações de resposta para agilizar o atendimento às ocorrências e minimizar os efeitos das queimadas. O Plano Inverno de Petrópolis 2018, com suas respectivas matrizes de atividades e responsabilidades, está disponível para download no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).