A Madrinha do Samba, Beth Cavalho, morreu nesta terça-feira (30), aos 72 anos, no Rio. Ela estava internada no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, Zona Sul da cidade, desde o início de 2019.

De acordo com o empresário da artista, Afonso Carvalho, a causa da morte foi infecção generalizada. Em nota, ele informou que Beth Carvalho morreu às 17h33 desta terça-feira (30/4) “cercada de amor por seus familiares e amigos”.

A Madrinha do Samba, como era conhecida, com mais de 50 anos de carreira, dezenas de discos gravados e sucessos como “Andança” e “Coisinha do pai”, Beth Carvalho era também a madrinha de artistas como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz e Jorge Aragão.

Um problema na coluna já afligia a cantora havia bastante tempo. Em 2009, Beth Carvalho chegou a cancelar sua apresentação no show de réveillon, na Praia de Copacabana, por causa de fortes dores. Em 2012, Beth Carvalho se submeteu a uma cirurgia na coluna.

No ano seguinte, foi homenageada pela escola de samba Acadêmicos do Tatuapé, no carnaval de São Paulo, mas não participou do desfile já por motivos de saúde. Lu Carvalho, sobrinha de Beth, foi quem a artista na ocasião.

Crédito da foto: Reprodução de vídeo