Bernardo Rossi assina convênios de R$ 1,4 milhão para Lago de Nogueira

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Contratos com a Caixa garantem verbas para reurbanização da orla do lago e criação de Jardim Botânico e instalação de um Polo do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar)

O prefeito Bernardo Rossi começou 2019 garantindo mais investimentos na cidade. Ele assinou convênios de quase R$ 1,4 milhão para reurbanização da orla do Lago de Nogueira e criação de um Jardim Botânico no local e ainda para a instalação de um Polo de Capacitação do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), que vai ficar no Hortomercado Municipal, em Itaipava. O ato de assinatura, nesta quinta-feira (24.01), aconteceu no Lago de Nogueira.

A assinatura dos convênios foi feita em um dos locais onde os recursos serão investidos. Isso porque a ideia de reurbanização do Lago partiu dos próprios moradores e foi abraçada pelo governo municipal. Diversos moradores e integrantes do Comitê Pró-Jardim Botânico de Nogueira participaram do ato.

“Estamos fazendo algo diferente. As últimas assinaturas foram sempre feitas no gabinete, porque passamos os dois primeiros anos muito presentes na prefeitura para organizar a casa. No primeiro ano a gente não tinha recursos para pagar a folha de pagamento, tivemos que vencer essa etapa para buscar uma carta de crédito com o governo federal de mais de R$ 200 milhões, retomamos PAC Encostas e todas as obras que estavam paradas. E agora estamos conseguindo para trazer as soluções”, disse o prefeito Bernardo Rossi.

Os recursos são frutos de captação direta do município junto ao governo federal no ano passado, nos ministérios do Turismo e da Agricultura. O primeiro repassou R$ 911 mil, com contrapartida de R$ 20 mil. Já o segundo aportou R$ 365 mil, com investimento do município de R$ 33 mil.

Orla do Lago de Nogueira e Jardim Botânico

O projeto prevê melhorias no entorno do Lago de Nogueira, com recuperação de calçadas e guarda-corpo, proporcionando um ambiente melhor tanto para o pedestre quanto para o ciclista. Também serão construídos decks em três pontos que vão permitir que os visitantes possam contemplar a fauna e flora do local.

“Ao fundo dá para ver segmentos originais de Mata Atlântica, a quantidade de pássaros passa de 60 espécies diferentes. Então a intenção é integrar esse acervo para benefício do município. Isso será um atrativo turístico para pessoas do Rio de Janeiro, da redondeza, de Petrópolis mesmo e de outros lugares. E isso criar empregos em diferentes setores, restaurantes, comércio, guias turísticos, enfim, uma multiplicidade de fontes de geração de empregos. E isso é muito importante porque o turismo é uma das atividades mais importante do município”, explicou um dos integrantes do Comitê Pró-Jardim Botânico de Nogueira, José Paulo Silveira.

Ele ainda aponta outros pontos positivos do projeto, como um espaço que vai permitir oferecer educação ambiental e ainda a realização de pesquisas científicas no Jardim Botânico. No local, onde serão construídas uma alameda e uma estufa de vidro, também serão oferecidos espaços de atendimento ao público, banheiros e administração do Jardim Botânico.

Polo de Capacitação do Senar

O espaço onde vai ser construído o polo de capacitação, no Hortomercado Municipal, abriga, atualmente, o Sindicato do Produtores Rurais de Petrópolis. A instalação será adaptada para ganhar salas, laboratórios de informática, auditório, biblioteca. Nele serão oferecidos cursos voltados para os trabalhadores e população do meio rural, que hoje só são disponibilizados na cidade do Rio ou município mais distantes – o que acaba frutando a intenção de quem busca capacitação. A instalação do Polo de Capacitação nesse local é uma iniciativa do próprio Sindicato.

“O nosso foco é que a gente tenha esse Polo de cursos para que a gente capacite aqui essas pessoas para o gerenciamento das propriedades rurais do município. E que se capacitem nas diversas modalidades que existem dentro da propriedade, para que se tenha uma mão de obra mais capacitada e possa render mais. Esse é o nosso interesse: que o jovem não venha a sair da atividade, as vezes por falta de opção. Hoje ele vai ficar na propriedade, ele vai estudar aqui e vai se capacitar para tocar o negócio da família”, ressalta o presidente do Sindicato, Henrique Mesquita da Rocha. 

O ato de assinatura dos convênios contou a presença do vice-prefeito Baninho; o coordenador Planejamento e Gestão Estratégica, Dalmir Caetano; o secretário de Serviços, Segurança e Ordem Pública, Djalma Januzzi; o diretor do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, José Maurício Soares; o diretor de Obras Pública da Secretaria de Obras, Ulysses Sarmento, o vereador Hingo Hammes; representantes gerência de Habitação da Caixa, Camila Carneiro, e o gerente geral da Caixa em Petrópolis, Bruno Mattos.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

1 comentário
  1. Carlos Alberto Martins Diz

    Só espero q não demore. Eu já vi vários deste tipo de assinatura. Q nunca saí do papel

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.