Benfica ganha núcleo do Agita Petrópolis

Atualmente, o Agita Petrópolis acontece em Cascatinha, Posse, Vila Rica, Pedro do Rio, Madame Machado, Vale do Cuiabá, Caxambu, Centro, Bataillard, Contorno, Oswaldo Cruz, Alto da Serra, São Sebastião, Espírito Santo e Vicenzo Rivetti.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A prefeitura abriu inscrições para o novo núcleo do Agita Petrópolis em Benfica, que vai funcionar na Escola Municipal Drª Paula Buarque. Os interessados em participar podem entrar em contato com a Secretaria de Esportes, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer (SEPJIL) através do telefone (24) 2233-1218. As aulas do programa começam no dia 22 de junho e são voltadas para o público adulto. Na localidade serão realizadas as atividades de ginástica, alongamento e funcional.

“O nosso objetivo é promover saúde e qualidade de vida. O Agita Petrópolis é um grande marco, um divisor de águas do esporte em Petrópolis. Meu maior orgulho como secretário de Esportes foi ter criado esse programa, que possibilita, de forma democrática, levar atividade física de forma gratuita para toda a cidade”, destacou o prefeito interino Hingo Hammes.

Atualmente, o Agita Petrópolis acontece em Cascatinha, Posse, Vila Rica, Pedro do Rio, Madame Machado, Vale do Cuiabá, Caxambu, Centro, Bataillard, Contorno, Oswaldo Cruz, Alto da Serra, São Sebastião, Espírito Santo e Vicenzo Rivetti.

Cabe ressaltar que os locais em que são realizadas as aulas são usados tapetes sanitizantes, termômetros e também é disponibilizado o álcool em gel para os alunos.

“Os exercícios físicos ajudam no controle de diversas doenças e ainda auxiliam na saúde mental das pessoas. Vamos continuar ampliando o Agita, abrindo espaço para que mais pessoas participem”, disse Leandro Kronemberger, secretário da SEPJIL, ressaltando a importância dos protocolos de saúde.

“Nesse momento, é fundamental que a população mantenha os cuidados, respeitando as regras sanitárias e o uso de máscara, por exemplo. Precisamos praticar esporte, mas de forma segura, respeitando os protocolos determinados por decreto”, completou Berg.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.