Em uma ação conjunta as secretarias de Saúde, de Assistência Social e de Educação alertam para o fim do prazo para a atualização dos dados dos beneficiários do Programa Bolsa Família no município. A menos de um mês do fim do período de revisão dos cadastros, apenas 10% das 56 unidades de saúde conseguiram enviar os dados para a regularização junto a Secretaria de Saúde. Para que haja a continuidade do benefício, é necessário que os usuários do programa se apresentem à unidade de referência da sua região para atualizar os dados.

“É muito importante que as pessoas busquem as unidades de saúde para realizar a atualização dos dados para que os benefícios continuem sendo repassados”, destaca o prefeito Bernardo Rossi. De acordo com a coordenadora do Bolsa Família da Secretaria de Saúde, Cátia Regina Silva Pinto, o município está no final do período de atualização e depende que os beneficiários se apresentem nas unidades de saúde para rever os cadastros. “Quem não fizer a atualização pode ter o benefício suspenso”.

Petrópolis possui atualmente 8 mil beneficiários do programa, que atende pessoas em vulnerabilidade social desde 2004. Os beneficiários são cadastrados pelo Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e através das unidades de saúde, a Secretaria de Saúde faz o acompanhamento das famílias. “A partir do atendimento nos postos sabemos o perfil dos beneficiários e o readequamos ao programa”, destaca Cátia.

De acordo com a coordenadora do programa pela Secretaria de Saúde, os tipos e a quantidade de benefícios previstos no programa depende da composição familiar. A equipe da secretaria vai adequar os usuários de acordo com o número de pessoas em cada grupo familiar, idade e existência de gestante. “As gestantes precisam estar sendo acompanhadas por uma unidade de saúde básica do município e receberão o benefício durante a gestação”, destaca Cátia, ressaltando a importância dos beneficiários estarem em dia com seus atendimentos nas unidades de saúde.

O Programa Bolsa Família é composto pelo benefício básico, no valor de R$ 89 e pelo benefício variável vinculado ao adolescente, esse é voltado para famílias que possuem renda mensal de até R$ 178 por pessoa e que tenham adolescentes entre 16 e 17 anos. Para conseguir o benefício a família tem que comprovar a frequência escolar dos adolescentes e cada família não pode ter mais que cinco beneficiários.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis