Beabá tributário: saiba quanto os impostos encarecem o material escolar Do preço final desse item, 49,95% dizem respeito a impostos que estão embutidos.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O mês de janeiro dá início à corrida dos pais às lojas de materiais escolares. Com a lista de exigências das instituições de ensino em mãos, eles irão se deparar com uma realidade que não está escrita em nenhum livro didático: os impostos inflam, e muito, os preços de itens usados na educação.

No beabá tributário, o que deveria valer um, vale o dobro. Essa é a lógica da composição do preço de uma simples caneta, por exemplo. Do preço final desse item, 49,95% dizem respeito a impostos que estão embutidos.

Outros itens básicos usados em sala de aula, como estojo de lápis, cola e régua têm tributos escondidos que representam mais de 40% de seus preços, como mostra a tabela abaixo elaborada pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é o que mais infla os preços. No geral, esse tributo equivale a 18% do valor final dos produtos normalmente usados na educação.

“O peso do ICMS nesses produtos reflete o desespero fiscal da maioria dos Estados. Eles precisam arrecadar muito porque gastam muito. Os fiscos estaduais preferem taxar os chamados itens inelásticos (que não têm queda na demanda mesmo com aumento de preço), como o material escolar, porque não tem como os pais deixarem de comprar esses itens”, diz Emilio Alfieri, economista da ACSP.

Nesse contexto, Alfieri lembra da importância da aprovação da PEC paralela, que inclui Estados e municípios na reforma da Previdência, o que possibilitaria um maior controle dos gastos desses entes.

De volta à realidade do consumidor, a boa notícia é que nos últimos anos os congressistas começaram a fazer o dever de casa e aprovaram isenções para alguns materiais escolares, que tiveram alíquotas de impostos zeradas.

Esse é o caso dos livros didáticos, que não recolhem ICMS, PIS, Cofins e o IPI, que são os tributos mais pesados. Com essa vantagem tributária, os livros escolares têm embutido em seus preços 15,52% de impostos, bem abaixo da média de outros itens da cesta escolar.

PRODUTOS MATERIAL ESCOLARPISCOFINSICMSIPIISSOUTROSTOTAL
Agenda escolar1,65%7,60%18%15% 0,94%43,19%
Apontador1,65%7,60%18%10% 2,04%39,29%
Borracha1,65%7,60%18%10% 2,04%39,29%
Caderno1,65%7,60%18%5% 2,74%34,99%
Calculadora1,65%7,60%18%15% 2,50%44,75%
Caneta1,65%7,60%18%20% 2,70%49,95%
Clipes1,65%7,60%18%5% 4,29%36,54%
Cola branca1,65%7,60%18%5% 10,46%42,71%
Cola bastão1,65%7,60%18%5% 10,46%42,71%
Fita adesiva1,65%7,60%18%0% 6,75%34,00%
Estojo para lápis1,65%7,60%18%5% 8,08%40,33%
Fichário1,65%7,60%18%5% 7,13%39,38%
Folhas para fichário1,65%7,60%18%5% 5,52%37,77%
Lancheiras1,65%7,60%18%10% 2,49%39,74%
Lápis preto1,65%7,60%18%0% 7,74%34,99%
Lápis de cor1,65%7,60%18%0% 7,74%34,99%
Livro escolar0,00%0,00%0%0% 15,52%15,52%
Mochila1,65%7,60%18%10% 2,37%39,62%
Papel pardo1,65%7,60%18%0% 7,74%34,99%
Papel sulfite1,65%7,60%18%5% 5,52%37,77%
Pastas em geral1,65%7,60%18%5% 7,72%39,97%
Pastas plásticas1,65%7,60%18%10% 2,84%40,09%
Régua1,65%7,60%18%15% 2,40%44,65%
Tesoura1,65%7,60%18%12% 4,29%43,54%
Tinta guache1,65%7,60%18%0% 8,88%36,13%
Tinta plástica1,65%7,60%18%0% 8,97%36,22%
Uniforme1,65%7,60%18%0% 7,42%34,67%

 

Sobre a ACSP: A Associação Comercial de São Paulo (ACSP), em seus 125 anos de história, é considerada a voz do empreendedor paulistano. A instituição atua diretamente na defesa da livre iniciativa e, ao longo de sua trajetória, esteve sempre ao lado da pequena e média empresa e dos profissionais liberais, contribuindo para o desenvolvimento do comércio, da indústria e da prestação de serviços. Além do seu prédio central, a ACSP dispõe de 15 Sedes Distritais, que mantêm os associados informados sobre assuntos do seu interesse, promovem palestras e buscam soluções para os problemas de cada região.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.