Bares são multados e fechados por promoverem aglomeração no Centro e em Itaipava

Dois estabelecimentos estavam lotados, com pessoas ocupando desde o interior do estabelecimento até a calçada

A equipe de fiscalização da prefeitura de Petrópolis e os órgãos de segurança do município multaram três estabelecimentos que causaram aglomerações de forma reincidente no Centro e em Itaipava e ainda fecharam diversos bares que estavam abertos na noite desta sexta-feira (28/08), mesmo com a proibição do funcionamento dessa atividade.

A Fiscalização de Posturas, que atua junto com Vigilância Sanitária e Procon e com apoio da PM e da Guarda Civil, multou em R$ 2 mil dois estabelecimentos que descumpriram as normas sanitárias e de atendimentos na Rua 13 de Maio, no Centro. Os dois estabelecimentos estavam lotados, com pessoas ocupando desde o interior do estabelecimento até a calçada, repetindo o que havia sido constatado há cerca de 20 dias. Na primeira vez, ambos foram intimados a adotar providências para que essas cenas não ocorressem novamente, mas por causa da reincidência, foi feita aplicada a multa nessa sexta.

Outro local que voltou a provocar aglomerações foi uma loja de conveniências de um posto de combustíveis em Itaipava. No primeiro fim de semana de agosto, este estabelecimento já havia sido autuado e teve atividade interrompida por causa do problema. O mesmo cenário se repetiu nessa sexta e, mais uma vez, foi aplicada multa, dessa vez em R$ 2 mil.

A equipe de fiscalização também esteve no Mercado Municipal, no Centro, onde os bares que estavam abertos tiveram a atividade encerrada. Outro local vistoriado foi a Rua 24 de Maio, no Centro, local onde tem sido registrado denúncias constantes sobre o descumprimento dos decretos municipais que determinaram o fechamento de bares. Nessa sexta, cinco estabelecimentos deste tipo foram fechados e ficam sujeitos a multa em caso de reincidência.

Cabe ressaltar que a atividade de bares continua proibida no município. A medida foi decretada em março para o enfrentamento à pandemia de Covid-19 e continua em vigor. Em junho, a prefeitura autorizou o funcionamento de restaurantes, mas exige o cumprimento de uma série de regras sanitárias para garantir a higienização dos estabelecimentos e normas de atendimento, como distanciamento entre clientes e mesas, redução da capacidade de atendimento, entre outras.

A prefeitura reforça que todas essas medidas foram adotadas pelo município para garantir a segurança e a saúde da população – atualmente, a doença está em controle na cidade, com baixos índices de ocupação de leitos de UTI pelo SUS. Graças a esses índices, foi possível flexibilizar as restrições para algumas atividades, mas para continuar com a flexibilização, é fundamental o empenho dos petropolitanos nos cuidados com a saúde própria e de todos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também