A nova embarcação Angra dos Reis passa por testes e comissionamento dos equipamentos, após ser lançada ao mar no último dia 24, no Ceará. A realização da prova de mar está prevista para a primeira semana de novembro. Logo depois, será iniciada a viagem em direção ao Estado do Rio de Janeiro. A entrega da embarcação, fabricada pelo estaleiro Inace, deverá ser feita no fim do mês que vem.

A Angra dos Reis tem capacidade para transportar 500 passageiros e conta com acessibilidade plena, sistema de ar-condicionado, poltronas acolchoadas, bicicletário e maior espaço interno. Além disso, por ser uma embarcação mais rápida e moderna, proporcionará a redução do tempo de viagem em relação às barcas tradicionais.

Essa é a quinta embarcação adquirida pelo Estado. A meta é a renovação da frota do sistema aquaviário, representando investimento total de cerca de R$ 147 milhões.

Em 2016, foi entregue a barca Itacoatiara, que opera na Linha Praça XV – Arariboia. Em 2015, entraram em operação as embarcações Pão de Açúcar e Corcovado, reforçando a linha Rio – Niterói; e Ilha Grande, que faz o trajeto Praça XV – Paquetá.

O transporte aquaviário recebe cerca de 73 mil passageiros por dia. Por ano, a Concessionária CCR Barcas transporta, aproximadamente, 20 milhões de usuários, em mais de 80 mil viagens – navegando cerca de 402,3 mil milhas náuticas (745 mil quilômetros).

Cada uma das barcas cearenses (Angra dos Reis e Ilha Grande) tem capacidade para transportar 500 pessoas e ambas contam com acessibilidade plena, sistema de ar-condicionado, poltronas acolchoadas, janelas panorâmicas, bicicletário e fraldário.

Já as embarcações chinesas (Itacoatiara, Pão de Açúcar e Corcovado) têm oferta de 2 mil lugares cada e contam ainda com dupla proa, o que elimina a necessidade de manobras para atracação, otimizando o tempo de viagem.

 

Foto: Barca Ilha Grande

Fonte: GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO