Banda com nome ligado à cidade de Brasília lança releitura de ‘tempo perdido’, da Legião Urbana

A banda petropolitana Concreto Humano lançará oficialmente, no dia 26/06/2020, seu segundo álbum.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Em meio a canções autorais, a banda petropolitana Concreto Humano lançará oficialmente, no dia 26/06/2020, seu segundo álbum, que conterá nada mais nada menos que uma releitura do clássico do rock nacional “tempo perdido”, da Legião Urbana, em um arranjo modernizado e super elétrico.

Graças à parceria com a distribuidora de música Tratore (de SP), após a participação da banda Concreto Humano na SIM São Paulo 2019 (Semana Internacional da Música – a maior conferência da industria da música na América Latina), foi então viabilizado junto à Editora Sony Music o licenciamento da música “tempo perdido” para o lançamento de nova versão nas diversas plataformas de streaming.

É  bastante simbólico este segundo disco da Concreto Humano com a música “tempo perdido”, já que o nome da banda  é ligado à cidade de Brasília, cidade natal da Legião Urbana. O nome “Concreto Humano” foi pensado a partir de trecho do livro “Filho da Revolução”, uma biografia sobre o Renato Russo, escrita por Carlos Marcelo. O trecho em questão, junto à imagem de um manuscrito do próprio líder da Legião Urbana,  menciona um mito entorno da construção da cidade de Brasília, que possui alcunha de “cidade de concreto humano”. Ou seja, desta forma o nome é uma referência à própria criação da Legião Urbana.

Concreto Humano é uma  banda  de  rock que nasceu na cidade de Petrópolis/RJ, em meados de 2015. A banda se consolidou localmente, na região serrana do Rio de Janeiro, mas não quer parar por ai: o objetivo do grupo é levar a sua música para um maior número de pessoas e localidades.

Através de suas canções, a banda Concreto Humano busca expressar reflexões sobre política e sociedade; sobre pessoas e relacionamentos; sobre acertos e erros que nos tornam humanos. As letras autorais são compostas em português: a idéia é valorizar o idioma nativo, cumprindo-se assim a finalidade de proporcionar ao público nacional a imediata sintonia com o que é retratado nas canções.

Provinda de uma bateria e um baixo pulsantes, duas guitarras na linha de frente, sintetizadores no apoio e um vocal barítono poderoso, o som da banda Concreto Humano é um perfeito amálgama de influências que provém do britpop, pós-grunge, rock alternativo e, sobretudo, do BRock (o rock Brasil). O resultado é simples: música elétrica para espíritos e corações jovens!!!

O álbum “tempo perdido” estará disponível nas diversas plataformas de streaming de todo o mundo, e a Concreto Humano fará uma live em sua página do Instagram (@concretohumano), às 20h, no dia do lançamento, 26/06/2020, para brindar com boa música este novo trabalho. Clipes de todas as faixas deste novo trabalho serão disponibilizados a todos nas diversas plataformas de vídeo e redes sociais.

INTEGRANTES:
– Sandro Gomes – vocal e guitarra rítmica
– Victor Franco – guitarra principal e back vocal
– Marcelo Silveira – contrabaixo elétrico
– Lucca Zappala – bateria
– Alex Oliveira – sintetizadores e órgão elétrico

REDES SOCIAIS
Facebook: facebook/concretohumano
Instagram: @concretohumano

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.