Banco de Sangue conta com apoio de torcedores do Fluminense Entre 20 e 30 de outubro acontece a Campanha Sou Guerreiro Solidário, em Petrópolis

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Em um campo de futebol a torcida deve ser sempre de paz. Assim também acontece na sociedade. Pensando nisso, o Banco de Sangue Santa Teresa realiza de 20 a 30 de outubro, a ‘Campanha Sou Guerreiro Solidário’, voltada para os torcedores, jogadores e simpatizantes do Fluminense.

A ação que, este ano chega a 10ª edição, em Petrópolis, tem o objetivo de aumentar o número de doadores, bem como manter os estoques sanguíneos em níveis altos para atender as demandas com segurança.

Vinicius Pereira, captador do Banco de Sangue Santa Teresa, afirma que quem é tricolor de coração doa com paixão. “Doar sangue é um ato de amor e coragem, como acontece nos jogos de futebol, em que os jogadores dão o sangue para a vitória. Por isso, queremos convidar a população e principalmente os torcedores do Fluminense para vestirem a camisa da solidariedade e doarem sangue, afinal, uma única doação pode salvar até quatro vidas”, diz.

A campanha ainda presenteará os primeiros doadores com um copo exclusivo.

 

Fluminense

Considerada o Prêmio Nobel do Esporte, o Fluminense é o único clube da América Latina que detém a Taça Olímpica, em 1949, além de ser o único clube de futebol do mundo ter seu nome inscrito na honraria concedida pelo Comitê Olímpico Internacional por serviços prestados ao esporte.

O time é tetracampeão brasileiro, campeão da Copa do Brasil e da Copa da Primeira Liga, e 31 vezes campeão Estadual, além de vice-Campeão das Copas Libertadores da América e Sul-americana.

Com sede em Laranjeiras e no Maracanã, onde organiza os seus jogos, o Fluminense possui dois Centros de Treinamentos: o de Xerém, em Duque de Caxias, que é voltado para as divisões de base, e o da Barra da Tijuca, do Futebol Profissional.

 

Veja como é fácil doar

Os interessados precisam pesar mais de 50 quilos e estar em boas condições de saúde. Não é necessário fazer jejum, mas é preciso esperar três horas após a ingestão de alimentos gordurosos. No local, basta apresentar um documento oficial com foto e ter entre 16 e 69 anos (menores de idade precisam de autorização e estar acompanhados por um responsável legal).

O voluntário não pode ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação. Quem tiver feito tatuagem, ou piercing recentemente precisa aguardar 12 meses após o procedimento, e quem fez endoscopia deverá aguardar 6 meses após a realização do procedimento.

 

Sobre o Banco de Sangue Santa Teresa

O Banco de Sangue Santa Teresa é responsável por realizar, em média, 650 transfusões por mês e precisa de 80 doações por dia para atender esta demanda com segurança. O sangue coletado ajuda a salvar vidas de pacientes tanto do SUS quanto da rede particular. São pessoas atendidas em prontos-socorros e nos hospitais Santa Teresa e Unimed, além de pacientes encaminhados pelas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), que dependem dessas doações todos os dias e pacientes em tratamento contra câncer.

Para doar basta comparecer ao Banco de Sangue Santa Teresa qualquer dia da semana, inclusive aos sábados, domingos e feriados, das 7h às 18h. A unidade está localizada no térreo do Hospital Santa Teresa, na rua Paulino Afonso.

 

Serviço:

Banco de Sangue Santa Teresa

Endereço: Rua Paulino Afonso, 477, Bingen – Petrópolis
Dentro do Hospital Santa Teresa – Térreo
Horário: qualquer dia da semana, inclusive aos sábados, domingos e feriados, das 7h às 18h
Telefones: (24) 2245-2324 ou (24) 99269-4355.
Estacionamento conveniado durante a doação no próprio Hospital

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.