O ator Peter Fonda, que ficou famoso pelo filme “Easy rider” (título traduzido no Brasil para “Sem destino”), morreu nesta sexta-feira (16) aos 79 anos.

A família do ator enviou um comunicado à revista “People” confirmando o falecimento do artista: “É com profundo pesar que compartilhamos esta notícia. Peter morreu pacificamente na manhã desta sexta-feira, 16 de agosto, às 11h05, em sua casa em Los Angeles, cercado por sua família”.

“É um dos momentos mais tristes das nossas vidas, nós não conseguimos encontrar as palavras para expressar a dor nos nossos corações”, comunicou a família.

Segundo a revista “People”, ele tinha câncer de pulmão e teve insuficiência pulmonar.

Peter nasceu em Nova York e fazia parte de uma família de atores – era filho de Henry Fonda e irmão de Jane Fonda. Ele começou a carreira na Broadway, no começo dos anos 1960. Os elogios e prêmios o levaram ao cinema.

Em 1963, estrelou seu primeiro filme, a comédia romântica “Artimanhas do Amor”. No mesmo ano, também fez parte do elenco de “Os Vitoriosos”, drama sobre a Segunda Guerra Mundial.

O filme que impulsionou sua carreira, “Easy rider”, teve também sua participação no roteiro e produção, além de atuação.

“Easy rider” foi um marco na contracultura do final dos anos 1960, e também teve no elenco Dennis Hopper e Jack Nicholson, que concorreu a melhor ator coadjuvante no Oscar. A trilha sonora tinha a clássica “Born to be wild”, da banda Stephenwolf.

A filmografia de Fonda tem ainda filmes mais recentes como “Os indomáveis” (2007), “Motoqueiro Fantasma” (2007) e “Fuga de Los Angeles” (1996).

Fonte: G1

Crédito da foto: AP