Atletas de jiu-jitsu da Comunidade do Neylor, em Petrópolis, participam de campeonato

Alunos de projeto social fazem bonito em campeonato de Jiu-Jitsu.

Criado em 2011 o Instituto Top Brother Petrópolis promove saúde e qualidade de vida para seus alunos. O instituto fica na Comunidade do Neylor e de acordo com seu fundador, o professor de artes marciais, Cláudio Murilo, a ideia principal é transformar a vida dos jovens. “O nosso objetivo é por meio do esporte dar oportunidade, suporte e, quem sabe, mudar a realidade da nossa comunidade e futuramente expandir nosso trabalho pra outras áreas”, afirma.

Atualmente mais de 70 crianças e cerca de 60 jovens e adultos fazem parte do Instituto Top Brother Petrópolis. Lá são oferecidas aulas gratuitas de judô, jiu-jitsu, Muay Thai e alongamento para a terceira idade. Através de doações o instituto fornece aos alunos itens como kimono, luvas e faixas. Não é cobrado nenhum tipo de mensalidade das crianças, apenas os adultos, quando podem, fazem algum tipo de contribuição. O Instituto funciona através de doações e de ações beneficentes dos participantes e comunidade.

Culminando as atividades do Instituto alguns alunos participaram da Copa do Brasil do 3° Interestadual de Jiu-jitsu da Liga de Jiu-Jitsu do Sudeste (LJJS) no último domingo, 7. E o grupo fez bonito: 13 atletas trouxeram 13 medalhas, sendo 3 de ouro, 6 de prata e 4 de bronze. Os atletas ficaram em 3° lugar na colocação geral. Para participar do campeonato, os alunos foram para a rua vender rifas para pagar inscrição, transporte e alimentação. “Isso mostra o comprometimento dos alunos e comprova que eles podem ir longe”, afirma o professor Cláudio Murilo.


Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também