Atleta de Petrópolis termina em quarto lugar na Regional Leste de bocha adaptada O outro representante da cidade na competição foi eliminado nas oitavas de final

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Dois atletas de Petrópolis representaram a cidade no torneio Regional Leste de bocha adaptada organizado pela Associação Nacional de Desporto para Deficientes (ANDE) no último fim de semana: Luiz Felipe da Cruz Silva, o Felipinho, terminou em quarto lugar na classe BC4 e Roberto Saul Wigoda, o Betinho, eliminado nas oitavas de final na categoria BC2. Lucas Santos, que também viajou para a competição, foi considerado inelegível pela organização do torneio, já que a sua paralisia foi avaliada como leve. A equipe faz parte da Associação Petropolitana dos Deficientes Físicos (APDEF).

Marcelo Corrêa, treinador e coordenador técnico do time de Petrópolis, elogiou a participação dos atletas da cidade na competição e ressaltou a dificuldade em disputar o torneio que vale vaga para o campeonato brasileiro, que contou também com equipes de outras cidades do Estado do Rio, Minas Gerais e São Paulo. “Foi uma boa participação da nossa equipe. A Regional Leste é uma competição de alto nível e que vale vaga para o campeonato brasileiro da modalidade, ou seja, os melhores do país participaram. Vamos trabalhar para que o desempenho deles seja ainda melhor na próxima competição”, disse.

O torneio Regional Leste aconteceu em Colatina, no Espírito Santo, e os atletas contaram com o apoio da prefeitura, através da superintendência de Esportes e Lazer. Desde o ano passado, a equipe de Petrópolis realiza os treinamentos no Centro de Cultura Raul de Leoni todas as terças e quintas-feiras entre 14 e 17h.

“Desde o ano passado disponibilizamos um local para o treinamento da equipe de bocha adaptada. É um grupo importante para a nossa cidade e que precisava do nosso apoio. Seguimos trabalhando pelo fomento ao esporte no município, apoiando as mais diversas modalidades”, afirma Hingo Hammes, superintendente de Esportes e Lazer.

Nesta semana, os atletas retornam à cidade e os treinamentos voltam a ser realizados a partir da próxima terça-feira (10.04). Neste ano acontecem ainda duas etapas do Open de bocha Paralímpica da região Leste e o Brasileiro individual e de pares e equipes.

Sobre a bocha adaptada
A bocha adaptada é um esporte que consiste no lançamento de bolas coloridas e vence o jogador que alcançar o maior número de bolas próximas à bola branca, que funciona como uma referência. São quatro categorias, divididas de acordo com a limitação dos atletas.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.