Facilitar a vida de contribuintes que precisam retirar segunda via de boletos para pagamento do Imposto Predial Territorial e Urbano (IPTU-2018). Este é o objetivo da Secretaria de Fazenda com a instalação de um Centro de Atendimento, com 10 guichês e equipe preparada para receber o contribuinte, no Centro de Cultura Raul de Leoni a partir do dia 22. O espaço começa a ser montado esta semana. A exemplo do que foi feito no ano passado, a central de atendimento do IPTU ficará no andar térreo do prédio, que fica na Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia).

“A estrutura que a Fazenda está montando no Centro de Cultura terá mais guichês para atendimento e desta forma conseguiremos agilizar a emissão das segundas vias para pagamento”, considera o prefeito Bernardo Rossi, destacado ainda que a Central naquele espaço garante ainda melhores condições de acessibilidade a cadeirantes, pessoas com dificuldade de mobilidade e também idosos.

Os carnês começaram a ser entregues na sexta-feira (12.01). A distribuição está sendo feita pelos Correios e a previsão da Secretaria de Fazenda é de que os 115.435 carnês cheguem às mãos dos contribuintes até o dia 20 – cinco dias antes do primeiro vencimento da cota única, que oferece desconto de 9%. O calendário da Secretaria de Fazenda prevê ainda desconto de 7% para aqueles contribuintes que quitarem a cota única até 20 de fevereiro e 5% para aqueles que pagarem a cota única até 20 de março.

“Quem puder quitar o imposto em cota única estará fazendo um ótimo negócio, pois os descontos estão acima do índice de inflação. Além disso, o contribuinte ajuda a prefeitura a manter serviços essenciais”, aponta o secretário de Fazenda Heitor Maciel Pereira.

Dos 115.435 carnês emitidos pela Secretaria de Fazenda, 91.009 são referentes a imóveis já construídos (imposto predial), outros 24.426 são referentes a terrenos (imposto territorial). A previsão de arrecadação em 2018 é de R$ 115,2 milhões. Em 2017 a previsão foi de R$ 111 milhões e a arrecadação de IPTU do ano fechou em R$ 72 milhões. O IPTU é a segunda maior fonte de recursos para o município, perdendo apenas para o ISS, cuja arrecadação em 2017 alcançou R$ 105 milhões.

“O IPTU é uma fonte importantes de arrecadação. Com ele garantimos serviços como limpeza urbana, pavimentação de ruas, merenda nas escolas, remédios nas unidades de Saúde e tantos outros fundamentais para o funcionamento da cidade e para os petropolitanos”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

A guia para pagamento do IPTU 2018 também está disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). Para imprimir o documento o contribuinte basta que o contribuinte clique no ícone “IPTU”, que fica à esquerda na página principal da prefeitura. Em seguida ele deve digitar o número de inscrição do imóvel.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis