Carnaval é tempo de alegria, descontração e muita diversão, mas deve ser também época de respeito e responsabilidade. Pensando nisso, o Conselho de Defesa dos Direitos da Mulher (Comdim) idealizou a campanha #DiversãoSemAgressão, que será realizada pelo Gabinete da Cidadania e pelo Centro de Referência em Atendimento à Mulher (Cram), com apoio de blocos carnavalescos e outras frentes ligadas ao Carnaval da cidade. Um dos principais objetivos da campanha é minimizar brigas e abusos, cujos números crescem muito durante esta época, principalmente devido ao aumento no consumo de álcool e outras drogas (lícitas e ilícitas).

A campanha, entretanto, não tem como foco fazer que as pessoas evitem o consumo do álcool, mas sim que o façam com consciência, sem violência e com muito respeito. O carnaval da cidade, que este ano volta a contar com apoio do poder público, levará diversão e conscientização à população dos distritos. Com adesão de grandes blocos, a campanha pretende mobilizar toda a cidade.

“Nossa ideia é que as pessoas possam curtir o carnaval sem que ninguém sofra por isso. Nos casos atendidos pelo Cram, vemos que muitas vezes a agressão sofrida está ligada ao consumo de álcool ou de outras drogas. Como no carnaval o consumo destes entorpecentes tende a aumentar, precisamos promover o uso consciente, sem que aconteçam brigas ou agressões de qualquer tipo”, declara Anna Maria Rattes, presidente do Comdim e diretora do Gabinete da Cidadania.

Para o idealizador do bloco “Vai dar M”, Eduardo Moreira, abordar temas polêmicos como este em épocas festivas é de grande importância, e por isso o bloco aderiu imediatamente à campanha. Além disso, o tema da edição de 2018 do bloco, que neste ano terá Anna Maria Rattes como madrinha, é “Não à violência à mulher”.

“Queremos deixar claro que carnaval não é só folia, e por isso precisamos falar sobre estes assuntos. Infelizmente, a violência à mulher é uma realidade muito viva em nosso cotidiano, e não podemos ficar alheios a isso. Aderimos imediatamente à campanha, pois é algo muito positivo para todos. A prefeitura está de parabéns pela ação”, destaca Eduardo Moreira, organizador do bloco “Vai dar M”.

Em reunião com o prefeito Bernardo Rossi, o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes Leonardo Randolfo e líderes de blocos carnavalescos da cidade, a presidente do Comdim Anna Maria Rattes apresentou a campanha, que foi imediatamente abraçada pelos presentes. Assim, a ideia de um carnaval diferente, em que todos possam se divertir com tranquilidade, principalmente a mulher, será implantada em Petrópolis.