Um grupo de artistas de Petrópolis lançou manifesto contra o Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE) onde se dizem inconformados pela falta de investimento na Cultura da cidade. Eles alegam que construções históricas estão sem manutenção, como o Centro de Cultura Raul Leoni que nem mesmo tem recebido obras emergenciais. De acordo com os artistas, as instalações do Centro de Cultura tem infiltrações, o teto possui aberturas imensas que deixa o ambiente completamente exposto, ao relento, inundando o lugar nos dias de chuva. Ainda sobre o Centro de Cultura, os tapetes que estão impregnados de mofo e umedecidos.

Além da falta de investimento nas instalações culturais da cidade, o grupo também reivindica o não pagamento aos artistas que foram contratados para a Bauernfest 2018. Eles dizem que os atrasos nos pagamentos estão ocorrendo desde o ano passado. Há ainda artistas que não receberam pelo trabalho realizado no Natal Imperial de 2017.

Em nota, o IMCE informa que o projeto de revitalização de todo o Centro de Cultura Raul de Leoni está pronto e falta apenas recursos para colocá-lo em execução.

O projeto de revitalização de todo o Centro de Cultura Raul de Leoni está pronto e o Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE) trabalha na captação de recursos para a execução da obra. O IMCE também já abriu processo e está providenciando os reparos emergenciais de alguns pontos“, diz a nota.

Sobre o atraso no pagamento dos artistas, a Prefeitura garante que os valores pendentes serão pagos, mas não informa quando isso ocorrerá.

Em relação aos artistas contratados para a Bauernfest e o Natal Imperial, a prefeitura garante que todos os artistas receberão os valores contratados“, conclui a nota do IMCE.

Crédito da foto: Reprodução da internet / Perfil do Facebook Do Mato Fechado