O Centro Cultural Estação Nogueira ganhou mais um item de decoração relacionado com o lugar – onde funcionou a antiga estação de trem do bairro. A artista plástica Débora Lima doou ao espaço uma de suas obras; um quadro retratando uma “Maria Fumaça”, em diversas técnicas, como pintura em madeira. Construída em 1908, atualmente a estação funciona como centro cultural, onde são realizadas diversas exposições. A Praça de Nogueira, em frente ao espaço, conta com a locomotiva “Baroneza II”, fabricada no Século XIX, considerada uma das mais antigas do Brasil.

“A ideia de fazer o quadro veio por causa da minha mãe. Ela tem 84 anos e viu pessoalmente a Maria Fumaça. Ela sempre conta que na infância ela e os irmãos corriam atrás do trem. E pensei: por que não fazer um quadro? Ele então estava em exposição, quando a exposição terminou, ao invés de levar de volta para casa, resolvi doar ao Centro Cultural, já que ele tem tudo a ver com o lugar. Assim, mais pessoas vão ver”, explicou a artista.

Símbolo de progresso na época, a antiga Estação Ferroviária de Nogueira completou 110 anos de sua inauguração em junho deste ano. Instalada na linha da Leopoldina Railway, antiga Estrada de Ferro Príncipe do Grão-Pará, a estação era utilizada para o transporte de passageiros que moravam no interior e para o transporte de cargas como café, legumes, gado, verduras, entre outros.

Para o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), Leonardo Randolfo, é muito importante esta integração entre a população e os espaços culturais. “É fundamental que as pessoas entendam e saibam que esses espaços são públicos, são de todos. Ficamos muito felizes quando vemos ações como essa, que mostram que a população tem esse sentimento de pertencimento”, explica.

O Centro Cultural Estação Nogueira fica na Av. Leopoldina, 317, Nogueira. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, de 9h às 17h, sábados de 9h às 14h. O espaço ainda abre as portas dois domingo a casa mês – no segundo e no quarto domingos – além de feriados e pontos facultativos. Nestes casos o funcionamento acontece de 9h às 13h. A entrada é gratuita.

Fonte: IMCE