Foto: Justin Kabumba/AP

Após erupção vulcânica, tremores de terra voltam a atingir o Congo

Um dos vulcões mais ativos e perigosos do mundo entrou em erupção na noite de sábado, devastou vilarejos e deixou ao menos 15 mortos.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Tremores de terra abalaram a cidade de Goma, na República Democrática do Congo, nesta segunda-feira (14), assustando moradores que ainda tentam se recuperar da erupção de um vulcão que devastou vilarejos próximos, deslocou milhares de pessoas e matou, ao menos, 15 pessoas.

Um dos vulcões ativos e mais perigosos do mundo entrou em erupção na noite de sábado no Nviragongo, fronteira com Ruanda, fazendo uma parede de lava fumegante descer em direção à Goma, cidade de dois milhões de habitantes.

A lava parou a algumas centenas de metros antes dos limites da cidade, mas destruiu 17 aldeias no caminho, bloqueou uma importante estrada e cortou a principal fonte de energia local. Assustados, muitos moradores fugiram para Ruanda.

Lojas chegaram a reabrir nesta segunda, mas muitas fecharam novamente à medida que os tremores aumentaram e os moradores passaram a temer outra erupção. Os tremores ocorrem a cada 30 minutos.

Especialistas em erupções vulcânicas afirmam que os tremores foram causados pelo realinhamento das placas tectônicas e que o risco de outra erupção é pequeno.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Trabalho infantil no Mundo aumenta pela primeira vez em 20 anos

No relatório Trabalho Infantil: estimativas globais de 2020, tendências e o caminho a seguir, divulgado pelas duas instituições por ocasião do Dia Mundial contra o Trabalho Infantil, celebrado em 12 de junho, destaca-se a necessidade de medidas para combater a prática, que poderá ser agravada pela pandemia.

Comentários estão fechados.