Aplicativo criado para localizar crianças desaparecidas começa a funcionar

O objetivo é agir rapidamente quando esse tipo de crime for registrado no sistema.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Começou a funcionar na noite da última quarta-feira (23), o “Alerta Pri”, primeiro sistema de alerta por telefone do país para localizar crianças e adolescentes desaparecidos. Criado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio das Secretarias de Polícia Civil e Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, com base na Lei nº 9.182, o mecanismo com os primeiros disparos das mensagens já está sendo enviado aos usuários.

A ferramenta é disparada pela Secretaria de Polícia Civil para os telefones de pessoas que se cadastrarem para receber o serviço. A mensagem de urgência enviada pelo Alerta Pri vai conter o nome, a idade, as características físicas, o local de desaparecimento e outras informações pertinentes da Delegacia de Descoberta de Paradeiros. O objetivo é agir rapidamente quando esse tipo de crime for registrado no sistema.

De acordo com a Polícia Civil, em todo o ano de 2021, foram registrados 371 casos de pessoas desaparecidas na faixa etária entre 0 e 17 anos. Destes, 324 foram localizados.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.