Foto: Reprodução/Link Podcast

Ana Hickmann move ação contra hotel onde sofreu atentado em 2016

A apresentadora confirmou a informação em uma entrevista dada ao "Link Podcast", na terça-feira (23).
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Por Gabriel Barbosa

A apresentadora de televisão Ana Hickmann processou o hotel em que sofreu um atentado no ano de 2016, em Belo Horizonte (MG). Esta informação foi divulgada pela própria artista, em uma entrevista que foi dada na última terça-feira (23), para o “Link Podcast”, comandado pelo seu colega de emissora Celso Zucatelli. Dentre as acusações, a apresentadora declarou que o estabelecimento foi “negligente em muitas coisas, e também que “coisas horríveis” deveriam ter sido evitadas.

“Hoje falo disso numa boa, mas não posso chamar aquilo de fã. Era uma pessoa doente, que precisava de ajuda e ninguém percebeu”, comentou Ana Hickmann em entrevista ao “Link Podcast”.

“Foi cena de filme, algo que quase custou a vida da minha cunhada, quase custou a minha e quase custou a do Gustavo.”, completou a artista.

Ana Hickmann

Lembre o ocorrido

Em 2016, um homem abordou o cunhado de Ana Hickmann, Gustavo Corrêa, dentro do hotel, o forçando a levá-lo para o quarto onde estava a apresentadora. O acusado estava armado. Após chegarem até o local onde Ana estava hospedada, o criminoso efetuou dois disparos que atingira a assessora da artista.

Foi neste momento que a apresentadora e sua assessora conseguiram sair correndo do quarto, quando Gustavo entrou em luta corporal com o atirador, que foi morto com três tiros. O cunhado de Anna Hickmann foi absorvido pela justiça.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.