Neste sábado, 12 de maio, acontece o ‘Dia D’ de mobilização da ‘Campanha Nacional Contra a Influenza – Todos Contra a Gripe’. Nesta data, além das 20 unidades de saúde, localizadas nas áreas urbana e rural, a imunização poderá ser feita também nas tendas montadas na Praça da Matriz de Santa Teresa, na Várzea, e na Feirinha do Alto. O horário de atendimento será das 8h às 17h.

Desde o dia 24 de abril Teresópolis vacinou 8.877 pessoas que fazem parte do público-alvo: 5.468 idosos, 700 crianças, 1.140 trabalhadores da Saúde, 218 gestantes, 84 puérperas, 252 professores e 1.015 pessoas com comorbidades.

Além das unidades de saúde que aplicam a vacina, o SPA Dr. Eitel Abdallah, ao lado do Tiro de Guerra, no bairro de São Pedro, funciona em horário especial, das 17h às 21h, de segunda a sexta, para imunizar trabalhadores.

Teresópolis já recebeu quatro lotes da vacina, totalizando 33.300 doses. A previsão é de que a cidade receba 48 mil doses, com público-alvo de 47.963 pessoas a serem imunizadas, sendo que meta é vacinar, no mínimo, 90% desses moradores.

O que é Influenza? – É uma doença viral febril, aguda, comumente conhecida como gripe, geralmente benigna e autolimitada. Caracteriza-se por sintomas como febre, tremores, dores de cabeça, dor de garganta e rouquidão, além de alterações respiratórias, como tosse seca e coriza. A infecção geralmente dura, aproximadamente, uma semana. Existem três tipos de vírus Influenza: A, B e C. O vírus Influenza C causa infecções respiratórias brandas, sem causar impactos na saúde pública ou estar relacionado com epidemias. Já os vírus A e B são responsáveis por epidemias sazonais. O vírus Influenza A é classificado ainda em subtipos H1N1 e H3N2, além do H7N9.

Transmissão – Ocorre pelo contato com pessoas infectadas, ao tossir, espirrar ou falar. Pode ser transmitida ainda indiretamente pelas mãos, após contato com superfícies contaminadas por secreções respiratórias.

Sintomas – Pessoas com gripe podem apresentar febre, tosse ou dor na garganta, além de dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. Já o agravamento pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração (cansaço extremo).

Como se prevenir – A vacinação contra a gripe é a forma mais eficaz de evitar a doença, mas pequenas ações no dia a dia também podem ajudar, como manter as mãos sempre limpas, principalmente antes de consumir algum alimento; utilizar lenço descartável para higiene nasal; cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir; evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca; higienizar as mãos após tossir ou espirrar; não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas; manter os ambientes bem ventilados; evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas de gripe.