Foto: Banco de Imagens Gratuitas Pexels

Alunos do SESI Petrópolis disputam torneio de robótica com soluções esportivas

Trinta e quatro equipes, entre crianças e jovens de 9 aos 16 anos, vão participar do Torneio SESI de Robótica, promovido pela Escola Firjan SESI, em 07 e 08/05.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Jovens de 9 aos 16 anos vão participar do evento, promovido pela Escola Firjan SESI, em 07 e 08/05. Devido à pandemia, o desafio será on-line e público poderá acompanhar a abertura e a premiação no YouTube

Trinta e quatro equipes, entre crianças e jovens de 9 aos 16 anos, vão participar do Torneio SESI de Robótica, promovido pela Escola Firjan SESI, em 07 e 08/05. Dessa vez, devido à pandemia, o desafio, que faz parte do calendário do SESI Nacional, será on-line e mais uma vez os alunos da Escola Firjan SESI Petrópolis estarão presentes. A temporada Replay 2020/2021 do Torneio de Robótica FIRST Lego League (FLL) tem como pergunta-desafio: “O que fazer para tornar as pessoas mais ativas na região onde vivem, seja no campo, na cidade ou em qualquer outro lugar?”

Em 2020, a Dark Kaiser, equipe de robótica formada pelos petropolitanos, desenvolveu um sistema de coleta de lixo para deixar cidades brasileiras mais limpas e sustentáveis.​ Para este ano, pensando nos riscos que a obesidade infantil pode trazer, os jovens projetaram um aplicativo para estimular a prática de atividades físicas pelas crianças, público que mais sofreu com o sedentarismo durante a pandemia. “A escolha do público foi fundamental neste processo. Descobrimos através de pesquisa com a comunidade escolar que as crianças entre 3 e 12 anos eram as que mais apresentavam queixas por não fazerem mais atividades, o que era comum na escola”, explica Mirian Carla Neiva, uma das orientadoras da equipe.

No “Personage Trainer”, o usuário escolhe um personagem fictício e realiza os exercícios, como pular corda, correr, dançar, entre outros. Conforme o usuário executa as atividades e completa as etapas, ele vai sendo recompensado com prêmios e bonificações como forma de estimular atividades todos os dias.

A equipe é formanda pelos alunos Luiza Mayorga, Helena Mayorga, Bernardo Bussolo Rempto, Juliana Breder e Julia Ribeiro Henriques, além das professoras Mirian Carla e Mariana Lins.

O Torneio de Robótica FLL é um programa internacional de exploração científica, no qual crianças e jovens têm o objetivo de usar a imaginação e a criatividade para investigar problemas do dia a dia e buscar soluções que contribuam para um mundo melhor. Os campeões dessa Etapa Regional vão competir em junho na Etapa Nacional. Além dos três prêmios principais, chamados de Champion’s Award, eles concorrem nas categorias: Projeto de Inovação, Core Values, Design do Robô, Desafio do Robô e, a partir desta temporada, há ainda o Prêmio do Técnico.

“O torneio não é baseado apenas em programação e montagem de robôs. Ele fomenta a área de ciência e tecnologia, inspira a colaboração, o respeito e o trabalho em equipe. O torneio da FIRST tem como premissa promover a cultura científica, através da robótica e da solução de problemas do cotidiano, por isso destacamos que todo o torneio é muito mais que robôs”, avalia Simone Caires, analista da Educação Básica da Firjan SESI. As equipes podem ter de dois a 10 adolescentes, com até dois técnicos maiores de 18 anos. Neste torneio, além dos 25 grupos das Escolas Firjan SESI, participam seis equipes de colégios particulares, uma de escola pública municipal e duas de ONGs. ​

O público poderá acompanhar a abertura, em 07/05, às 9h, e a premiação, em 08/05, às 16h, do Torneio FLL ao vivo no YouTube da Escola Firjan SESI. Mais informações: https://escolafirjansesi.com.br/robotica.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.