Alunos da Firjan SENAI Petrópolis conquistam medalhas na etapa estadual da Olimpíada do Conhecimento

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Gabriel da Silva Cordeiro e Victor André dos Reis, estudantes da Firjan SENAI Petrópolis, conquistaram medalhas de bronze na etapa estadual da Olimpíada do Conhecimento, maior competição de educação profissional do mundo. Gabriel competiu na ocupação de Panificação e Victor em Mecânica de Usinagem. A premiação ocorreu na última sexta-feira (19), na sede da Firjan, no Centro do Rio.

De um total de 280 alunos competidores em 15 ocupações profissionais, de todas as 27 unidades da Firjan SENAI, foram classificados 65 para a etapa estadual da Olimpíada do Conhecimento e desses 45 serão escolhidos como os melhores do estado do Rio. Agora, os medalhistas passarão por uma seletiva (antiga fase nacional) para a WorldSkills, na Rússia – a maior competição de educação profissional do mundo.

Para Victor o terceiro lugar foi um grande prêmio. “Eu acreditei que poderia alcançar um resultado melhor, porém, é uma grande vitória e uma experiência sem igual participar de uma competição como essa, onde se aprende mais e mais a cada etapa”, disse.

A sensação de que poderia ter alcançado melhor resultado também é dividida por Gabriel: “Poderia ter ficado em melhor posição, mas é um grande aprendizado. Além da grande experiência que vivenciei nestes últimos dias, com um monte de jovens, fica a lição de que não se pode perder o foco, algo que levarei como aprendizado para a vida”, explicou o jovem de 17 anos que segue a profissão já exercida pelo pai.

A competição desafia alunos a realizar provas nas quais precisam mobilizar conhecimentos, habilidades e atitudes para superar desafios em sua área de formação. A Olimpíada do Conhecimento é composta de quatro etapas: escolar, regional, estadual e a seletiva (antiga fase nacional) para a WorldSkills.

Para os dois jovens o desafio agora é o mercado de trabalho. “Essa medalha ajudará na busca por uma oportunidade de emprego. As indústrias dão valor aos profissionais formados pelo Senai e ainda mais com uma participação nesta competição”, pontuou Victor. Gabriel também pretender levar os conhecimentos adquiridos nas oficinas e laboratórios para dentro das empresas. Segundo ele o próximo passo é trabalho numa padaria e seguir se especializando pelo sonho. “Quero cursar uma faculdade de gastronomia e quem sabe futuramente empreender num negócio de alimentação”, frisou.

Os jovens que passam pelos cursos do Senai saem preparados para o mercado de trabalho, mas aqueles que participam da Olimpíada do Conhecimento ganham também um diferencial no currículo, explica o coordenador da Educação Profissional da Firjan SENAI Petrópolis, Rogério Sant’Anna: “As exigências das provas são baseadas em desafios reais que ocorrem no dia a dia das indústrias. Logo, estas tarefas são um pequeno anúncio do que poderá ser exigido a eles quando estiverem atuando profissionalmente em seus empregos. Fico feliz em saber que nossos alunos estão desempenhando um bom papel”, garantiu Rogério.

O desempenho dos competidores estabelece o padrão de excelência das práticas das ocupações e também serve para avaliar a formação técnica oferecida pelo SENAI. Esses indicadores mostram o grau de domínio dos técnicos das novas tendências tecnológicas utilizadas pelo setor produtivo e mudanças nos perfis profissionais, além de orientar a atualização dos currículos nas escolas.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.