Alterações no trânsito e barreiras sanitárias interferem na operação dos ônibus em Petrópolis

Desde o início desta semana, o transporte público coletivo segue registrando uma série de atrasos e perdas de viagem em mais de 40 linhas, devido à lentidão no trânsito e alterações de itinerário.

As obras de pavimentação e manutenção viária nas principais ruas de Petrópolis, além das barreiras sanitárias instaladas em combate ao Coronavírus, continuam interferindo na operação de diversas linhas de ônibus. Desde o início desta semana, o transporte público coletivo segue registrando uma série de atrasos e perdas de viagem em mais de 40 linhas, devido à lentidão no trânsito e alterações de itinerário.

A Turb Petrópolis é uma das empresas que sofreu interferências em sua operação. Nesta sexta-feira (7), pelo menos 13 linhas de ônibus sofrem atrasos que variam entre 10 e 40 minutos. A instalação de barreiras sanitárias em Itaipava e Bonsucesso está resultando em congestionamento pela região.

Entre as linhas mais afetadas está a 700 – Terminal Itaipava, que chega a sofrer até 40 minutos de atraso em seu percurso devido ao trânsito. Já a linha 600 – Terminal Corrêas apresenta atrasos de até 25 minutos no cumprimento da viagem. Outras que operam nos distritos chegam a registrar entre 10 a 20 minutos de atraso.

Segundo a Turb Petrópolis, a interferência atinge as linhas 602 – Vale das Videiras, 603 – Águas Lindas, 605 – Vale das Videiras x Terminal Itaipava, 606 – Alcides Carneiro, 610 – Araras, 612 – Vista Alegre, 618 – Araras (Santa Luzia), 622 – Araras (Vista Alegre), 707 – Fagundes, 711 – Posse e 713 – Vila Rica.

Já os ônibus da empresa Cascatinha também enfrentam atrasos de até 30 minutos. Mesmo com a normalização do itinerário, após a reabertura da Rua 13 de Maio, a empresa contabiliza, pelo menos, 10 linhas de ônibus com interferência, diante da obra realizada na Rua Hermogênio Silva, no Retiro, que está em meia pista.

As linhas com atrasos são a 502 – Comunidade São Luiz, 503 – Cidade Nova, 504 – Carangola (Divino), 505 – Vila Manzini, 506 – Vicenzo Rivetti, 515 – Jardim Salvador, 516 – Roseiral, 519 – Vale do Carangola, 526 – Modesto Guimarães e 529 – Débora Sucupira.

Devido ao grande fluxo de veículos na cidade, todas as linhas de ônibus da empresa Petro Ita que seguiam pela Avenida Ipiranga, tiveram o itinerário alterado para a Rua do Imperador, no Centro, nesta sexta-feira.

Já os ônibus da Cidade Real, que seguem em direção aos bairros Mosela e Bingen apresentam, em média, 25 minutos de atraso devido à lentidão no trânsito, sentido Centro. Entre as linhas prejudicadas estão a 100 – Terminal Bingen, 104 – Vila Militar, 106 – Bataillard, 107 – Terminal Bingen (Via Manoel Torres), 108 – Bairro Castrioto, 110 – Duarte da Silveira, 113 – Marechal Hermes, 118 – Pedras Brancas, 119 – Kopke, 122 – Fazenda Inglesa, 129 – Moinho Preto, 132 – Pedras Brancas e 139 – Moinho Preto. As linhas já operam com o itinerário normalizado.

O Setranspetro orienta que os passageiros baixem gratuitamente o aplicativo “Vá de ônibus” para acompanhar, em tempo real, a localização dos ônibus em Petrópolis. Os clientes também podem acessar os aplicativos “Cascatinha App” e “Petro Ita App”. Para os passageiros da Turb Petrópolis, está disponível o novo aplicativo “Cittamobi”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também