“Alô Cadastro” é criado para solucionar dúvidas de gestores sobre os Fundos da Criança e do Adolescente

Canais exclusivos de atendimento por telefone e e-mail vão facilitar esclarecimento de dúvidas sobre cadastramento.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A partir de agora, gestores dos fundos da criança e do adolescente têm canais exclusivos para esclarecer dúvidas e receber orientações sobre o cadastramento de dados. A melhoria no atendimento foi feita por meio da criação do “Alô Cadastro”, que disponibiliza um telefone e um e-mail exclusivos para esse fim. A iniciativa é coordenada pela Secretaria Nacional da Criança e do Adolescente, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (SNDCA/MMFDH).

No Brasil, existem 3.387 Fundos da Criança e do Adolescente. O cadastro é importante, pois após os dados serem verificados pela Receita Federal, o Fundo se torna apto a receber doações por meio do Programa Gerador do Imposto de Renda. Além disso, a ação do MMFDH permitirá uma menor incidência de erros cadastrais e, por consequência, que mais municípios recebam os recursos destinados aos Fundos.
“Recebemos inúmeras solicitações de informação sobre o cadastro relacionado aos fundos da criança e do adolescente todos os dias. Não há dúvida de que a criação desses canais exclusivos vai facilitar e agilizar os fluxos de atendimento. É uma iniciativa simples, mas com resultado extremamente importante para os gestores na ponta”, destaca o titular da SNDCA, Maurício Cunha.

Os gestores estaduais e municipais podem ser atendidos tanto pelo e-mail [email protected], como pelo telefone do Alô Cadastro, (61) 2027-3104. Além disso, o formulário de cadastro foi renovado e se tornou mais simples e seguro.


O Cadastro dos Fundos consiste na sistematização de informações sobre Fundos da Criança e do Adolescente em todo o Brasil, aptos a receberem doações dedutíveis do Imposto de Renda. As informações cadastrais dos Fundos são colhidas pelo MMFDH, por intermédio de um formulário. Saiba mais.

O cadastro é imprescindível para tornar o respectivo Fundo apto a receber os recursos advindos das doações efetuadas pela Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda. Esse procedimento cadastral também oferece maior segurança e transparência ao contribuinte-doador, na medida em que o fundo destinatário da doação está em regularidade certificada pelo fisco.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.