Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo

Alexandre de Moraes nega pedido de Witzel para suspender processo de impeachment

Ministro do STF afirmou que denúncia foi 'delimitada de forma clara'.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes considerou “improcedente” o novo pedido apresentado pela defesa de Wilson Witzel (PSC) para paralisar o julgamento que pode levar ao impeachment do governador afastado do Rio de Janeiro. A decisão ocorreu nesta segunda-feira (19).

Witzel argumentava que o Tribunal Especial Misto do Rio de Janeiro deu seguimento ao processo sem que a acusação apresentasse o “libelo acusatório, ou seja, uma definição clara dos crimes cometidos por ele.

Moraes afirmou que o “o rito procedimental relativo a processos semelhantes ao de Witzel não inclui a necessidade de apresentação de libelo acusatório” e que a denúncia contra Witzel foi delimitada “de forma clara e objetiva” em outros momentos.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.