Não é novidade que a vida por de trás de um dos personagens mais amados e ao mesmo tempo odiados da icônica série Gossip Girl, Ed Westwick, vem sendo alvo de diversas polêmicas junto com uma onda de denúncias envolvendo abusos contra mulheres do universo do entretenimento.

E está semana o britânico voltou a estampar as manchetes policiais, ao ser acusado de manter uma mulher em cativeiro e violenta-lá.

De acordo com o tabloide TMZ, a estilista Haley Camille Freedman, afirma que ficou trancada por alguns dias na casa de Ed em Los Angeles, onde foi dopada e obrigada a manter relações sexuais com o ator. Durante esse período a atriz teve contato com o mundo exterior restringindo.

De acordo com as informações internas do departamento polícial, o caso ocorreu no ano de 2014. Mas, a estilista resolveu ir a justiça somente agora.

Por enquanto, Westwick não se pronunciou sobre o caso, mas alguns amigos saíram em sua defesa, afirmando que Camille estaria apenas tentando se aparecer as custas do ator.

Até o momento desta publicação o ator e sua acessoria não se pronunciaram sobre as denúncias.