Foto: Julia Passos / Alerj

Alerj cobra intérprete de Libras nas entrevistas do governo do Rio

Solicitações foram enviadas ao governador Cláudio Castro.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Comissão da Pessoa com Deficiência da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) formalizou um pedido da deputada estadual Rosane Felix (PSD) ao governador Cláudio Castro (PL) para a presença obrigatória de intérpretes de Libras, a língua brasileira de sinais, nas entrevistas concedidas por ele, pelo vice-governador e pelos secretários estaduais.

O pedido de Rosane Felix foi apresentado em agosto passado, ainda na época do então governador Wilson Witzel, mas diante da falta de resposta à indicação legislativa 3917/2020, a presidência da Comissão da Pessoa com Deficiência enviou, na semana passada, mais uma solicitação, pedindo a adoção das providências necessárias.

Integrante da comissão, a deputada Rosane Felix justifica a necessidade de ampliar a inclusão das pessoas surdas, cuja população no Estado do Rio é maior que 150 mil, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Deputada Rosane Felix pede prioridade para garantir às pessoas surdas pleno acesso à informação.

“Todo chefe do executivo deveria se preocupar e garantir aos surdos informação imediata, até porque o objetivo principal da política é o bem comum. Inclusão para assegurar direitos”, justifica Rosane Felix, presidente da Comissão dos Assuntos da Criança, do Adolescente e do Idoso na Alerj.

“Trata-se de medida urgente e necessária, de forma a permitir que pessoas com surdez possam exercer de forma plena sua cidadania e participação política”, enfatizou no ofício ao governador o presidente da Comissão da Pessoa com Deficiência, deputado Marcelo Cabeleireiro (Democrata).

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.