ALERJ aprova criação de programa de combate à violência contra a mulher

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou em discussão única o Projeto de Lei 3.457/20, de autoria da deputada Mônica Francisco (PSol), que institui o Programa de Cooperação e o Código Sinal Vermelho.

A medida estabelece que a mulher em situação de violência diga “sinal vermelho” ou sinalize o pedido de ajuda mostrando a mão com uma marca na forma de um “X”.


Ainda de acordo com o texto, o atendente de estabelecimentos deverá coletar o nome da vítima, o endereço ou telefone, e entrar em contato com o número 190 (Polícia Militar).

A norma valerá para farmácias, repartições públicas e instituições privadas, tais como portarias de condomínios, hotéis, pousadas, bares, restaurantes, lojas comerciais, administração de shopping center e supermercados, que aderirem ao programa.

Fonte: Ascom ALERJ

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também

Detro-RJ realiza leilão com 204 lotes de veículos nesta quinta-feira

Para participar, basta se cadastrar no site do leiloeiro (www.rebocarleiloes.com.br). As informações são confidenciais e guardadas em sigilo, sendo utilizadas para emissão de nota fiscal. É importante lembrar que os veículos arrematados devem ser retirados do depósito no estado em que foram adquiridos.