Foto: ilustrativa / Reprodução da internet / Prefeitura de Montanha

Ainda não há data definida para o retorno das aulas nas redes de educação

Secretaria de Educação formou Grupo de Trabalho com representantes de áreas diversas
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Ainda não há data definida para o retorno das aulas nas redes de educação do município e nem previsão. A Secretaria de Educação formou um Grupo de Trabalho, que já se reuniu três vezes – de forma virtual – com os integrantes de várias áreas para estudar protocolos e ações que deverão ser seguidos após o fim dos decretos de distanciamento social. O retorno será deliberado exclusivamente pela Secretaria de Saúde, após considerar aspectos técnicos e sanitários que possibilitem a volta sem riscos à saúde da comunidade escolar, o que ainda não há data definida para retorno. No entanto, o GT foi formado para que um protocolo de ações seja formalizado como base para que todas as instituições se preparem para as possíveis mudanças que poderão ser necessárias no retorno das aulas, ainda sem previsão.

Vale salientar que o GT conta com a participação dos integrantes do COMED – Conselho Municipal de Educação, Secretarias de Saúde e Assistência Social, além de representantes de diversas categorias: apoio, professores, educadores, diretores, orientadores, especialista em AEE – Atendimento Educacional Especializado e responsáveis por escolas particulares. O promotor de justiça, Vicente de Paula Mauro Junior também participou da reunião e se colocou à disposição para continuar participando das discussões.

“Quero tranquilizar os pais e responsáveis. De forma alguma as aulas serão retomadas sem planejamento e sem que a saúde considere que é possível. Não temos previsão de retorno, mas, de uma forma muito democrática, estamos abertos ao diálogo e estudo, conversando com representantes das classes para que, juntos, possamos elaborar um protocolo seguro para as nossas crianças e também para os funcionários. Só colocaremos nossos pequenos em sala quando tivemos a total convicção da segurança de todos. A participação democrática nesse processo é muito importante, por isso, o GT tem representantes de todas as áreas”, explica o prefeito Bernardo Rossi.

O GT continuará se reunindo semanalmente. A Secretaria de Educação disponibilizou todos os documentos e protocolos que a equipe técnica está analisando, como as recomendações do Ministério da Saúde e Educação e Secretaria de Estado de Saúde, além de outros documentos, elaborados por instituições como FGV, banco Mundial, OMS (Organização Mundial da Saúde), COMED, CONSED (Conselho Nacional de Secretários de Educação) e notas técnicas do Todos Pela Educação.

Cada integrante do GT escolheu de que grupo deseja participar. Nas próximas etapas, os grupos apresentarão seus estudos e análises para que os demais componentes possam, também, se apropriar dos conteúdos e deixar as suas considerações.

“Será um norteador. Estamos passando por uma situação inusitada e a colaboração de todos nesse processo está sendo enriquecedora. Importante salientar que não temos data para o retorno e continuaremos mostrando como os estudos estão sendo elaborados, dando visibilidade às ações para que todos possam acompanhar”, explicou a secretária de Educação, Marcia Palma.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.