Agosto Dourado: mês de incentivo ao aleitamento materno contará com programação presencial e lives

Campanha também terá ações de valorização a paternidade vinculada a amamentação.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Com o objetivo de orientar e estimular o aleitamento materno como ato natural, a prefeitura de Petrópolis por meio das Áreas Técnicas de Saúde, organizou uma programação especial para o Agosto Dourado. O mês simboliza a luta pelo incentivo à amamentação. O cronograma de ações prevê ações presenciais na Praça da inconfidência e lives nas redes sociais. A campanha tem como tema “Proteja a Amamentação: uma responsabilidade compartilhada” e conta com a parceria da Câmara Municipal de Petrópolis.

“O leite é o alimento necessário e suficiente ao recém-nascido, pelo menos nos primeiros seis meses, e indicado até os dois primeiros anos de vida. Ele é benéfico de várias formas, tanto para as crianças, como para as mães. Ele reduz os níveis de mortalidade infantil, possui anticorpos que protegem contra infecções e desnutrição. Já para as mães, a amamentação ajuda na perda de peso após o parto, protege contra câncer de mama e ovário e aumenta o vínculo indissociável com a criança”, explica o secretario de Saúde, Aloisio Barbosa.

No Facebook e YouTube da prefeitura de Petrópolis serão realizadas lives com discussões sobre a temática. Já nesta terça-feira (03), às 17h a enfermeira Aline Furtado falará sobre o Aleitamento Materno e seus benefícios para ser compartilhado/Paternidade. Na sexta-feira (06), será realizado na Praça da Inconfidência, de 09h às 16h, um Pit Stop com atividades relacionadas ao Agosto Dourado. Serão realizadas orientações nutricionais sobre o aleitamento materno, abordagem psicológica direcionada a amamentação, explicação sobre os benefícios e desafios relacionados à Amamentação. (Pega correta, cuidado com as mamas, importância do parceiro para auxiliar a mãe), entre outros assuntos.

Outro objetivo da campanha é sensibilizar a sociedade quanto à naturalidade do ato de alimentar o bebê em público, sem o constrangimento que muitas mães relatam. A campanha destaca por fim, a importância dos bancos de leite. Ele é utilizado para que todos os bebês (especialmente os prematuros) possam ter acesso ao alimento, mesmo nos casos em que as mães não possam amamentar.

A mamãe Ligia Vaz amamentou sua filha Liz por 7 meses. Ela fala da importância do leite materno: “Para amamentação funcionar é preciso profissionais que apoiam as mães, uma rede de apoio, cuidado materno e incentivo. Logo na primeira hora de vida da Liz, trouxe ela ao meu peito para mamar. Depois de vê-la nascer aquele momento foi o mais importante da minha vida, saber que a partir dali eu era fonte de alimento. Infelizmente por conta de um problema de saúde interrompemos a amamentação com 7 meses e 4 dias de vida. Me sinto com o dever cumprido de chegar ao sexto mês de aleitamento materno, que era minha primeira meta”.

Ela completa destacando sobre a necessidade do Agosto Dourado: “O Agosto Dourado não é sobre quem amamentou ou não seu filho, sobre quem ama mais, sobre quem não pode amamentar por algum motivo, não é sobre ser “menos mãe” porque escolheu dar mamadeira. Você não é menos por isso. Agosto dourado é informação, incentivo, apoio, acolhimento e saúde pública”.

Valorização da Paternidade vinculada à Amamentação

Além disso, agosto também é o mês de valorização da paternidade. Em alusão a data serão realizadas ações para o engajamento do pai vinculada a amamentação. A participação do pai é capaz de promover confiança para ele e a mãe, diminuindo angústias relativas ao parto e nascimento, garantir melhor atendimento para a parceira, reduzir a depressão materna e paterna no pós-parto, gerar vínculos afetivos saudáveis e mais qualidade de vida para todos da família: homem, mulher e criança.

Outro ponto positivo da presença ativa do pai é o aumento dos índices de amamentação. Seu suporte é fundamental para a mãe que alimenta a criança e seu apoio é capaz de dar desfecho positivo frente à eventual escolha da mulher entre a continuação ou não da amamentação, que nem sempre é tarefa fácil.

Programação

PIT STOP: Praça da Inconfidência – 6 e 27 de agosto – De 9h as 16h.
Ações:

  • Orientações nutricionais sobre o Aleitamento Materno.
  • Desmistificação relacionada ao Aleitamento Materno.
  • Abordagem psicológica direcionada a Amamentação.
  • Incentivo a praticas saudáveis na Amamentação.
  • Benefícios da amamentação na saúde bucal do lactente.
  • Benefícios e desafios relacionados à Amamentação. (Pega correta, cuidado com as mamas, importância do parceiro para auxiliar a mãe).

LIVES: Facebook e YouTube da Prefeitura
3 de agosto (terça-feira) – 17h.
Enfermeira Aline Furtado da Rosa (Tema: Aleitamento materno e seus benefícios para ser compartilhado)

10 de agosto ( terça-feira) – 17h
Dra. Claire Tesch – Gastropediatra (Tema: Aleitamento Materno)
Enfermeira Lorena Sabbadini – Obstetra Coordenadora da Maternidade do Hospital Alcides Carneiro (Tema: A vivência da amamentação no contexto hospitalar – Ações)

19 de agosto (quinta-feira) – 17h
Dra. Raquel Moreira Guimarães – Odontopediatria (Tema: Cuidados com a saúde bucal durante a amamentação).
Greicielly Zopelaro Braga – Psicóloga (Tema: Aspectos psicológicos na amamentação)

24 de Agosto terça -feira- 19h
Dra. Márcia Freitas – fonoaudióloga (Tema: Benefícios da amamentação para a fala)
Catarina Ricardo Guimarães – Nutricionista (Tema: O leite materno e seus benefícios)

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.