Acusado de atirar em menino Enzo tem prisão preventiva decretada

O juiz também descartou a possibilidade de prisão domiciliar por se tratar de crime que envolve violência contra a pessoa.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O acusado de matar o menino Enzo, de 4 anos, neste fim de semana durante sua própria festa de aniversário em Piabetá, na Baixada Fluminense, teve a prisão em flagrante convertida em prisão preventiva pelo juiz Ivo Martins Caruso D’ippolito, da Central de Custódia.

Para o magistrado, a prisão é necessária para a garantia da ordem pública por haver periculosidade concreta do custodiado, já que o acusado permaneceu portando uma arma de fogo municiada em uma residência com diversas pessoas, incluindo crianças. O juiz também descartou a possibilidade de prisão domiciliar por se tratar de crime que envolve violência contra a pessoa.

Fonte: TJRJ

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.