A campanha de arrecadação de agasalhos e cobertores da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias começa no dia 30 de maio. Uma barraca para receber o material vai ficar montada na Praça Dom Pedro até o dia 4 de julho, data que acontece uma Festa Julina solidária na sede da pasta encerrando a programação. A meta é ultrapassar o número de peças do ano passado, quando o órgão municipal entregou mais de 2 mil doações em nove instituições da cidade. A ação faz parte do Plano Inverno de Petrópolis 2018, que busca enfrentar as ameaças da estação em dois eixos: operacional e humanitário.

Além da barraca na Praça, a sede da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias também vai receber as doações. Seguindo a vertente da ajuda humanitária, a Defesa Civil realiza a campanha pensando na população mais carente da cidade. A Festa Julina que encerra a ação ocorre no dia 7 de julho.

“O Plano Inverno de Petrópolis conta, além do trabalho operacional, com o eixo humanitário que tem o objetivo de contribuir para o bem-estar e saúde das pessoas. Sabemos que durante o inverno o frio em Petrópolis é intenso e a nossa campanha busca contribuir com as pessoas que mais precisam. Assim como foi no ano passado, acredito que a gente possa ajudar”, explica o secretário de Defesa Civil, coronel Paulo Renato Vaz.

Além das ações humanitárias, o plano segue sendo elaborado no eixo operacional. Com um apoio de um drone, um calendário de vistorias em conjunto com órgãos ambientais acontece nas áreas de maior índice de incêndios florestais do município com o objetivo de mapear estes locais. Sobrevoos já foram realizados nas áreas de preservação da Reserva Biológica Estadual de Araras (Rebio/Araras) e do Parque Natural da Serra dos Órgãos (Parnaso).

Além disso, acontecem reuniões setoriais para a elaboração de planos de contingência com ações de resposta para o período. Também serão elaboradoras matrizes de atividades e responsabilidades. “A escassez de água já atinge as grandes cidades do país. As queimadas dos últimos anos atingiram áreas de nascentes na nossa cidade. Precisamos preservar esses locais para que a população não sofra no futuro”, disse Paulo Renato.

No ano passado, a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias promoveu uma campanha de recolhimento de agasalhos, quando distribuiu 2.300 peças para instituições carentes do município; arrecadou chocolates, colaborando com a Páscoa da Sociedade Pestalozzi; distribuiu rosas em todos os lares de idosos da cidade no Dia das Mães, organizou a doação dos agentes no Banco de Sangue Santa Teresa no Dia Mundial do Doador de Sangue, além de entregar para a Creche Santo Antônio, da Paróquia de Santo Antônio e Santo Agostinho em Nogueira, 108 pacotes, totalizando 2.412 fraldas infantis.

“Uma das atribuições da Defesa Civil é estar próxima da população. Ao longo do ano passado ano conseguimos realizar campanhas importantes para quem as pessoas que mais precisam. Esperamos atender ainda mais gente este ano”, completou o secretário de Defesa Civil.