Foto: Reprodução

Abrigo cristo redentor passa por reforma e recebe novos equipamentos

O local, vinculado à Secretária de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, atende 195 idosos, homens e mulheres, em situação de vulnerabilidade e/ou risco social.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Terezinha da Conceição, de 80 anos, que foi a primeira idosa vacinada contra Covid-19 no Rio de Janeiro, no alto do Corcovado, agora tem mais um motivo para comemorar. Com as duas doses do imunizante em dia – além da vacina da gripe, como ela fez questão de frisar –, dona Terezinha ganhou no abrigo onde mora uma nova área de fisioterapia e um ambiente reformulado. Ela é acolhida do Centro de Promoção Social Abrigo Cristo Redentor, em Higienópolis, Zona Norte do Rio. O local, vinculado à Secretária de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, atende 195 idosos, homens e mulheres, em situação de vulnerabilidade e/ou risco social.  

A casa de longa permanência recebeu equipamentos novos para o Centro de Fisioterapia, que são utilizados para a reabilitação e melhor qualidade de vida dos idosos com artrose, artrite, contusões, além de tratamento de paralisia facial. Foram investidos cerca de R$ 500 mil com recursos da parceria entre a secretaria e o Governo Federal.

Vendendo saúde no auge dos seus 80 anos, dona Terezinha vê a reforma da unidade como algo que vai trazer mais conforto e bem-estar para ela e seus companheiros.

– Estou feliz com essa reforma, ficou tudo muito bonito, e eu me sinto ótima com a fisioterapia, estou muito bem de saúde, não tomo nenhum remédio – ressaltou a idosa, acrescentando que não vê a hora de poder sair para passear e voltar a desfilar na ala das baianas da sua escola de samba do coração, a Estácio de Sá. 

Terezinha, que vive no abrigo público desde 2015, contou que as obras no local deram uma motivação a mais para ela seguir firme nas atividades do dia a dia. 

– É muito bom ver tudo arrumadinho, com equipamentos novos, dá ânimo para a gente continuar com as atividades. Minha vida aqui no abrigo sempre foi boa, mas agora está ainda melhor – destacou. 

O Centro de Fisioterapia Cândido Alves do Abrigo Cristo Redentor recebeu esse nome em homenagem a um idoso acolhido há mais de 20 anos. Figura carismática e solícita, Cândido Alves, de 92 anos, é muito preocupado com as ações que ocorrem no abrigo. Sempre pronto para ajudar os colegas, ele leva a vida com entusiasmo e busca frequentemente algo para se ocupar. Seu Cândido se dedicou por muito tempo a cuidar da horta do abrigo e agora tem uma nova paixão: cuida de uma calopsita, sua amiga inseparável. O idoso não esconde a alegria de ter sido homenageado pelos funcionários.

– Fiquei muito surpreso e feliz com a homenagem, eu não esperava. Gosto muito daqui, das pessoas que me cercam, tenho muitas amizades. Com a reforma feita nas duas unidades, o abrigo ficou ainda melhor – comemorou. 

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.