Abastecimento é interrompido em ruas do Quitandinha e moradores ficam sem água há quatro dias

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O abastecimento de água em alguns bairros e ruas da cidade de Petrópolis tem sofrido interrupções nestes últimos dias e a população atingida não está sendo comunicada previamente para que haja reserva extra e economia.

No dia 16 de dezembro a Comunidade do Neylor, principalmente as casas localizada na Ladeira Orlindo de Andrade, sofreram com o desabastecimento. De acordo com os moradores, a falta de água durou pelo menos quatro dias e a companhia não deu explicações sobre o desabastecimento.

Neste sábado, moradores de algumas ruas do bairro Quitandinha também estão sofrendo com o desabastecimento de água. Há quatro dias eles não recebem uma gota d’água em seus reservatórios ou nas torneiras. De acordo com um dos moradores da Rua Rio de Janeiro, depois de muitas tentativas de contatos, a Águas do Imperador informou que uma bomba que joga água para as casas localizadas na parte mais alta da rua está queimada e a previsão de troca ou reparo seria até esta sexta-feira (21), o que não foi feito até o momento. Algumas das ruas atingidas são: Rua Rio de Janeiro, Rua Paraná e Rua Macaé.

Os moradores estão buscando água em uma nascente localizada na Rua Rio de Janeiro, mas que não é o mais apropriado por não receber o tratamento adequado e também pelo transtorno em ter que carregar a água em baldes.

O Giro Serra entrou em contato com a Águas do Imperador no dia 16 de dezembro para tratar a falta d’água na Comunidade do Neylor, mas não recebeu retorno. Fizemos contato também neste sábado (22) para tratar sobre o desabastecimento nas ruas do Quitandinha, mas até a publicação desta matéria a concessionária não havia respondido.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

2 Comentários
  1. Liliane Diz

    É uma pouca vergonha, desde o início de Dezembro,em Nogueira,a rua Carioca e o bairro de águas lindas tem sofrido com o mesmo problema. Quando se liga para reclamar a desculpa é que vão verificar o que está acontecendo e a solução tem sido finais de semana com abastecimento cortado. Quando ligamos as vezes depois das 20:00 para o telefone que deveria funcionar como emergência eles nos poem na espera e só de fato atendem depois das 8:30 do dia seguinte.
    É um desmando geral . Petrópolis está abandonada, nada está funcionando para os moradores. Começa desde as instituições particulares como a águas do imperador a qualquer tipo de secretaria como a de ordens e posturas para verificação de queima de lixo verde, meio ambiente e o próprio gabinete do prefeito. Agora o negócio é só enfeitar e promover a cidade para o turismo e os moradores que fiquem ao Deus dará.

  2. Tamara soares Diz

    Aqui na rua Alagoas também esta sem agua

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.