A magia do picadeiro: documentário conta a história da família Cardoso no circo

Projeto foi selecionado pela Lei Aldir Blanc em Petrópolis e conta a história da família do ator Nathan Cardoso.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Respeitável público. Atenção, atenção, que o espetáculo vai começar! No picadeiro, a Família Cardoso! Podem aplaudir”. Os bastidores do circo, com a história de quatro gerações, é o assunto em destaque no documentário “Uma arte, uma família, uma história”. Realizado graças ao incentivo da Lei Aldir Blanc, o projeto conta detalhes do trabalho realizado há quase 200 anos. O material com duração de 33minutos será veiculado na quarta-feira, 24 de março, a partir das 18h nas plataformas digitais da Xdaquestão Produções.

Aos 73 anos, Oséas Cardoso, o conhecido Palhaço Lambança é pai do ator petropolitano Nathan Cardoso, filho do também artista circense, “toca-toca” e o mais antigo membro da família, que dedica 200 anos ao picadeiro no Estado do Rio de Janeiro. O material audiovisual vai contar detalhes sobre o coletivo e suas memórias ao longo dos últimos anos. “Nesse conteúdo o público vai acompanhar um pouco da nossa trajetória e saber detalhes dessa história, como por exemplo, o nome do circo. Normira vem da junção de Norma e Zulmira, duas tias minhas. Foi uma ideia do meu avô”, conta Nathan.

Os objetivos desse projeto circulam em meio às tradições familiares, o amor e a dedicação à arte circense e continuidade da mesma e o compromisso e desejo de manterem vivas e realçadas as expectativas ao futuro dessa arte que traz a diversão, a risada e a união ao público por meio de muita dedicação, afeto, entusiasmo e fascínio. “Por meio deste documentário serão abordados assuntos como a passagem do tempo e as transformações que o circo passou, como é o circo de ontem e o de hoje, e o público. Será que a risada muda? São questionamentos que muitos tem curiosidade de saber, mas que não tem acesso por ser uma arte que vem se tornando cada vez mais rara”, diz a jornalista responsável pelo documentário, Luciane Fortunatto. 

Ao longo do conteúdo os familiares contam sobre o surgimento do circo na família, a paixão de Oséas pelas lonas e a vontade de deixar essa tradição viva. O artista que veio para Petrópolis por volta dos anos 1970, casou-se na cidade, teve seus filhos e seguiu estrada afora, levando gargalhadas e cultura para todo o país.

“Nós fomos criados neste contexto. No circo atuei como palhaço, trapezista, mágico, acrobata… começamos ainda pequenos, nos intervalos, até que meu pai começou a preparar números para que participássemos também”, diz Oséas Cardoso Filho, o palhaço Brazinha.

O filme traz ainda bastidores da vida cigana, as histórias do grupo percorrendo localidades do Brasil, como os irmãos Cardoso faziam para estudar, além de comentar a relação da família com os famosos Trapalhões e muito mais. O conteúdo conta ainda com a participação de Thayanna Cardoso, a toquinho e Pedro Cardoso, que já faz parte da 5ª geração da família.

“Esperamos que o conhecimento da arte circense seja cada vez mais conhecido e discutido, sendo, então, reavivado. Além disso, almejamos a inclusão no acervo de famílias circenses e o reconhecimento da arte circense e da que contém as especificidades da família Cardoso, como uma das que ainda propagam o pensamento do circo tanto adaptado às novas demandas como se mantém fiéis aos de lona, tradicionais que são o fundamento e a origem da arte circense”, diz Nathan.

O documentário “Cardoso – Uma arte, uma família, uma hitória” é assinado pela jornalista responsável Luciane Fortunatto, mas na equipe também estão como Diretor Geral e Executivo Maurício Araújo, como Diretora de Produção, Secretária Teatral e Assessora de Imprensa Carla Coelho, na pesquisa a Historiadora Maria Angela Gomes, como Intérprete de Libras André da Silva Vieira, a vinheta é Néviton Marci Júnior e a edição de Jean Haubrich.

A veiculação do projeto será realizada pelas plataformas digitais da Xdaquestão Produções no Facebook @xdaquestaoproducoes (https://www.facebook.com/xdaquestaoproducoes/), no Instagram @xdaquestaoproducoes (https://www.instagram.com/xdaquestaoproducoes/) e ainda através do Youtube Xdaquestão Produções (https://www.youtube.com/channel/UC6MBZV6Wyy_k3i5RB4OFcDg).

Mais informações podem ser obtidas nas próprias mídias digitais da Xdaquestão Produções ou ainda através do e-mail [email protected] e do WhatsApp (24) 99955-2730.

Fonte: Divulgação

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.