A arte de se manifestar culturalmente explícita nos traços de Zé Dassilva

Zé expõe "A obsessão do desenho", no IED-Rio, até o dia 30 Abril

“Desenhos são para a gente folhear, são para serem lidos que nem poesia”

– Mário de Andrade

“A obsessão do desenho” transparece a arte de se manifestar culturalmente, em traços feitos pelas mãos do catarinense Zé Dassilva, e, expostos em quadros no IED-Rio, localizado na Urca. Além de ser desenhista, Zé também é roteirista das novelas e séries da TV Globo, desde 2000. Atualmente é colaborador de “O sétimo guardião”, criada por Aguinaldo Silva, com a colaboração dos alunos do curso Master Class.

O texto criado pela poeta Catarina Lins, especialmente para a exposição, confirma que as artes são compostas por charges que se aproximam de crônicas em algumas situações. Desde momentos em que não podia fotografar, – e desenhou para registrar o momento -, prologando-se até onde ele não precisou de foto, – apenas uma data.

Os desenhos eternizados nos traços de Zé, estão em uma sessão expositiva individual aberta ao público pela primeira vez no Rio, desde que começou a traçar linhas que ganham formas em folhas brancas, em qualquer lugar. Na neve, na cidade maravilhosa, no estádio de futebol, no show de jazz ou na mesa do bar entre amigos. Qualquer hora, é hora!

IED-Rio, Avenida João Luis Alves, 13, Urca, Rio de Janeiro

Dassilva exibe suas obras de arte até o dia 30 de Abril, no Institudo Europeu di Desing, localizado no famoso Cassino da Urca. O local tem história! Além do Cassino, também foi sede das produções da antiga TV Tupi, instaurada no prédio entre os anos de 1950 e 1980, quando o Governo Federal cassou as concessões das emissoras da rede. Zé Dassilva escreve mais um capítulo, ou melhor, desta vez desenha mais uma página neste monumento.

Mostra ficará aberta ao público até o dia 30 de Abril

A mostra com curadoria de Catarina Lins ficará aberta ao público até o dia 30 de Abril. Os quadros são caracterizados como “Fine Art”, ou melhor, impressão feita a partir de um escâner e uma impressora a jato de tinta. A exposição ainda conta com artes originais, cadernos de desenho que acompanham Zé por todo lugar e charges políticas. Tudo com numeração e assinatura.

Alguns de tantos outros desenhos feitos por Zé Dassilva

E não para por ai…

No dia 16 de Abril, às 19h30, Dassilva irá palestrar para o público que for prestigiar suas obras de arte, no IED-Rio, Avenida João Luis Alves, 13 , Urca, Rio de Janeiro. Veja o mapa.

Na ocasião Zé Dassilva falará sobre sua aproximação com o desenho e suas inspirações. O evento é aberto ao público!

De perto é mais legal

Ter a oportunidade de estar presente no coquetel de inauguração com o também roteirista, Décio Coimbra, foi demais! Os coleguinhas das colunas ficaram impressionados com a quantidade de amigos que foram apreciar os desenhos de Zé, – e ficaram até o fim. Nas paredes temas leves, mas sempre com teor criativo, como o quadro da menina que se importava com o celular enquanto tinha tantos livros ao seu dispôr. Outrora, Zé curtia um show de jazz, mas como não podia fotografar, o momento foi registrado em traços no ritmo da melodia. No meio do salão, 30 cadernos com as artes originais (antes da impressão) ficaram babados. Os convidados também puderam assistir vídeos animados de diferentes momentos, em que Zé Dassilva obteve inspiração para registrar de uma maneira diferente!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também

Leave a Comment