Globo Filmes/Reprodução

84 produções brasileiras são selecionadas para a PREMIÈRE BRASIL e outras mostras ‘O Grande Circo Místico’, de Cacá Diegues, encerra o Festival

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Festival do Rio 2018 traz 84 produções brasileiras dos mais variados temas, de diferentes pontos do país e distribuídos por diversas mostras: 64 longas – incluindo coproduções – e 20 curtas farão a festa do público que terá a chance de encontrar e conversar com os maiores talentos do cinema brasileiro em sessões de gala abertas ao público. O filme de encerramento do Festival será em grande estilo, com exibição de O Grande Circo Místico, de Carlos Diegues. O Festival acontece de 1 a 11 de novembro.

Na Première Brasil, uma das mostras mais aguardadas e concorridas do Festival do Rio, serão exibidas produções (48 longas e 20 curtas) de diretores estreantes e consagrados. O público escolhe o melhor filme nas categorias ficção, documentário e curta, através do voto popular e um júri oficial elege as demais categorias (abaixo a lista completa).

A mostra competitiva Novos Rumos, que a cada ano conquista o público e se consolida como o espaço de diversas linguagens cinematográficas e novos diretores, vai exibir 7 longas e 7 curtas em sua seleção. A Mostra Retratos vai apresentar 11 longas, com recortes que registram de maneira singular personalidades e temas/assuntos relevantes na história do país.

Nos últimos anos, a Première Brasil ampliou sua grade, abrindo espaço para as mostras Novos Rumos e Retratos. Por conta da diversidade e volume da produção no país, outros filmes brasileiros serão exibidos em mostras do Festival do Rio, como Panorama, Midnight, Première Latina, Expectativa 2018 e clássicos.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Documentário aborda a pandemia na perspectiva dos trabalhadores da saúde

O filme é fruto da pesquisa Monitoramento da saúde, acesso à EPIs de técnicos de enfermagem, agentes de combate às endemias, enfermeiros, médicos e psicólogos, no município do Rio de Janeiro em tempos de Covid-19, financiada pelo edital Inova Fiocruz, e coordenada por Mariana Nogueira, Leticia Batista e Regimarina Reis.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.