Agência Brasil

61% dos brasileiros desejam proibição da posse de armas

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A pesquisa realizada pelo Datafolha, divulgada nesta segunda-feira (31/12), expõe a opinião de quem rejeita a posse de armas no país. Em comparação ao levantamento realizado em outubro, o índice de rejeição teve elevação em seis pontos percentuais. A pesquisa também aponta que 68% são contra facilitar acesso a armas.

No total, seis em cada dez brasileiros declararam que a posse de armas deve ser proibida, pois “representa ameaça à vida das pessoas”. Em outubro, 55% dos entrevistados eram contrários à posse. Agora o percentual alcança 61%.

Ainda segundo o Datafolha, o percentual de pessoas que considera a posse “um direito do cidadão para se defender” diminuiu, passando de 41%, em outubro, para 37% no levantamento mais recente.

Quando a pesquisa é estratificada considerando os grupos por gênero, os homens, as pessoas de maior renda e os heterossexuais são mais propensos a defenderem a posse de armas. Enquanto 71% das mulheres são contra a posse, o percentual é de 51% entre os homens. Entre os entrevistados que ganham até dois salários mínimos, 32% defendem a posse. Já entre aqueles que ganham mais de dez salários, o percentual é de 54%. Já entre os gays, 77% são contra a posse de armas. Entre os heterossexuais, o índice é de 59%.

A pesquisa também mostrou disparidades regionais. O Nordeste concentrou o menor percentual de pessoas favoráveis à posse armas: 32%. Enquanto no Sul, 47% apoiam a posse. No Sudeste, o índice chegou a 35%.

Quando indagados se o acesso às armas deve ser facilitado, apenas 30% dos entrevistados responderam que sim. Destes, apenas 16% concordaram totalmente, enquanto 14%, parcialmente. Já 68% que disseram ser contrários ao afrouxamento das regras existentes.

O Datafolha informa que ouviu 2.077 pessoas em 130 municípios para realizar o levantamento.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.