Despejo irregular levou a 297 viagens de caminhão retirando móveis e eletrodomésticos das ruas

Sofás, cama, armários, cadeiras, móveis de todos os tipos e tamanhos foram removidos de ruas e calçadas por equipes da Comdep e da SSOP, especialmente nos últimos dias do ano passado. Em apenas 10 dias, foram 2,5 mil toneladas coletadas em 19 ruas. A soma, traduzida em viagens de caminhão, impressiona:  297.

“Mesmo aumentando a fiscalização o flagrante do despejo irregular ainda é difícil. O trabalho de coleta de entulho é muito grande e foi ainda maior no fim do ano justamente porque o descarte aumenta nesse período. É muito importante que todos se conscientizem de que o descarte de entulho em ruas e calçadas é proibido e o município oferece o serviço gratuito para quem tem dificuldade de fazer o descarte correto, que é o Disque Entulho”, afirma o presidente da Comdep, Wagner da Silva.

A quantidade de entulho retirado da cidade a partir do dia 20 de dezembro representou aumento de 21% na média de coleta diária em comparação com todo o ano de 2018. Em todo ano passado, foram recolhidos 78,7 mil toneladas de entulho, o que representa uma média de coleta diária de 218 toneladas.

Durante todo o ano, é comum a imagem de lixeiras do lixo doméstico vazias e o entorno delas com entulho. “O caminhão de lixo orgânico não pode recolher este tipo de descarte. Precisa uma operação especial com tratores para esta retirada”, afirma Wagner da Silva.

O Código de Posturas proíbe o despejo de entulho em ruas e calçadas e determina que o caminho correto é levar os resíduos volumosos para o aterro de Pedro do Rio. Quem for flagrado cometendo a irregularidade é intimado a fazer a remoção imediata e pode ser multado em R$ 800. A população pode apresentar denúncia da irregularidade tanto pelo telefone da Comdep (2292-9500) quanto junto à Fiscalização de Posturas (2246-9042).

Quem tem dificuldade em levar o entulho para Pedro do Rio conta com Disque Entulho, que faz a coleta de 20 sacos de até 25 sacos de entulho em rotas fixas de segunda a sexta, mas também atende em outros locais de acordo com a disponibilidade das equipes.

“Qualquer pessoa pode ligar para 2243-7822 e agendar a coleta. Desde a reativação do Disque Entulho, em maio de 2017, já foram feitas mais de 5 mil coletas gratuitas. No dia, a pessoa coloca os sacos de entulho na rua onde o caminhão vai passar. Dessa forma, os moradores garantem que estão fazendo o descarte correto e contribuem com a limpeza dos bairros”, destaca o presidente da Comdep, Wagner Silva.

“A Comdep faz o serviço com a força de trabalho própria, enquanto a SSOP coordena o serviço com funcionários e máquinas da Força Ambiental. São sete equipes que fazem a remoção de entulho nos bairros próximos ao Centro e nos distritos”, informa o secretário de Serviços, Djalma Januzzi.

No fim de dezembro, o serviço de coleta de entulho ocorreu em ruas de Alto da Serra, Bairro Mauá, Bingen, Caxambu, Centro, Comunidade do Alemão, Comunidade do Neylor, Corrêas, Dr. Thouzet, Independência, Itaipava, Morin, Nogueira, Quarteirão Brasileiro, Quitandinha, Santa Mônica, São Sebastião, Siméria e Valparaíso.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis