A 20ª Semana Nacional de Prevenção às Drogas, em Petrópolis, terá encerramento nesta terça-feira (26.06), com palestra do diretor geral científico da Associação Brasileira de Álcool e Drogas (ABRAD), Dr. José Mauro Braz Lima. Organizada pela Secretaria de Saúde, por meio da Coordenadoria Municipal de Políticas sobre Drogas, a Semana levou, além das palestras, encontros e bate papo com estudantes e ações durante a Bauernfest, que vão continuar com o decorrer da festa.

“Queremos ampliar a discussão e informar a sociedade sobre os trabalhos realizados pela nossa equipe na prevenção ao uso e abuso de álcool e outras drogas. Queremos trabalhar esta prevenção, chegar antes de tudo e mostrar à sociedade que existe uma unidade de tratamento”, destacou a coordenadora de Políticas sobre Drogas, Leandra Iglesias.

Referência no atendimento especializado a pessoas com necessidades em decorrência do uso de álcool e outras drogas, o Centro de Atenção Psicossocial em Álcool e Drogas (CAPS AD III) atendeu 3 mil pessoas só de janeiro a abril deste ano. A média mensal, neste período, foi de 718 atendimentos, número 139% maior que a média de 2017. Em todo o ano passado, a unidade recebeu 3.635 pessoas, cerca de 300 por mês.

“Temos uma variedade de grupos terapêuticos desenvolvidos pelos técnicos da equipe multidisciplinar oferecidos aos pacientes e seus familiares. Além de procedimento de recepção, contamos com nove grupos terapêuticos e oito oficinas. Nossa equipe é formada por médico clínico, psiquiatra, psicólogo, assistente social, enfermeiros e técnicas em enfermagem, que são responsáveis pela elaboração do Plano Terapêutico Singular (PTS), onde cada pessoa tem um planejamento próprio à sua necessidade”, explicou Leandra Iglesias.

No encerramento 20ª Semana Nacional de Prevenção às Drogas, José Mauro Braz Lima vai ministrar a palestra Contribuições da Neurociência da Dependência Química. O encontro acontece no auditório da Faculdade Arthur Sá Earp, às 18h, e é aberto ao público.

CAPS AD III tem ações na Bauernfest

O Centro de Atenção Psicossocial em Álcool e Drogas (CAPS AD III) também está inserido na Bauernfest, que acontece até o próximo domingo (1º.07). A equipe de psicólogos está realizando conversas com os visitantes da festa e orientando sobre o trabalho de prevenção realizado pela Coordenadoria Municipal de Políticas sobre Drogas.

“Queremos estar próximo aos visitantes, mostrar o trabalho que desenvolvemos e orientar sobre o que todos podemos fazer para prevenir o uso e abuso de álcool e outras drogas. Em locais de grande público, podemos chegar a mais pessoas e propagar esta informação, que é fundamental na luta contra o vício”, disse a coordenadora de Políticas sobre Drogas, Leandra Iglesias.

A dona de casa Maria Cristina da Costa, de 62, e o marido, o aposentado Jose Carlos Gomes, de 66, vieram do Rio de Janeiro para conhecer a cidade e, aproveitando, se divertir na festa. O casal recebeu a cartilha com orientações contra o tabaco, mais uma ferramenta para a dona Maria Cristina lembrar os malefícios do fumo.

“Tem três anos que não coloco o cigarro na boca e tenho sentido muitas melhoras, como uma melhor respiração, maior facilidade para descansar… Acho importante ter este tipo de conscientização, para que mais pessoas possam perceber o bem que faz parar de fumar”, disse Maria Cristina. “Eu sei mais ainda como foi benéfico ela ter parado de fumar. Vivi durante anos como fumante passivo, e para mim também tem sido muito bom viver sem o cigarro dentro de casa”, completou seu Jose Carlos.