Há exatos vinte anos, o Vasco da Gama estava em seu ano de centenário, com um time repleto de craques como: Carlos Germano, Mauro Galvão, Juninho Pernambucano, Pedrinho, Donizete e Luizão, a equipe conquistou dois títulos, o campeonato estadual e a Copa Libertadores da América, na final o time derrotou o Barcelona do Equador por 2 a 0 em São Januário e 2 a 1 em Guayaquil.

Nesta temporada, com um time repleto de jovens como Ewander, Andrey, Ricardo, Paulinho e Paulo Victor e atletas experientes como Wellington, Martín Silva, Erazo e Desábato, o time inicia mais uma campanha tentando repetir o feito de 1998, se o time atual não tem a pompa dos craques de duas décadas atrás, o cruz-maltino comandado por Zé Ricardo aposta em pratas de casa de grande potencial para chegar ao topo do continente.

Para chegar a fase de grupos o Vasco terá que vencer o Universidad Concepcion no agregado de dois jogos, hoje no Chile e semana que vem, no Rio de Janeiro e em caso de sucesso enfrentará ainda o vencedor de Jorge Wilsterman do Peru e Oriente Petroleiro, da Bolívia, o vencedor deste quadrangular preliminar entra no grupo composto momentaneamente por Cruzeiro, Racing da Argentina e Universidad de Chile.

(imagem retirada do site NETVASCO)