Reprodução da internet / Sem Excesso

2 em cada 3 brasileiros admitem cometer excessos Má alimentação e trabalho são dois dos principais exageros, diz pesquisa da plataforma Sem Excesso

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Consumo de alimentos não saudáveis (42%), compras por impulso (29%), trabalho (27%), exercício físico (18%) e consumo de bebidas alcoólicas (12%) são os excessos mais cometidos pelos brasileiros ao longo da vida. O ranking faz parte da pesquisa Excessos dos Brasileiros, elaborada pela Plataforma Sem Excesso.

O estudo mostrou ainda que o sabor e a acessibilidade levam 2 em cada 3 pessoas a alimentarem-se de forma errada. No âmbito profissional, 2 em cada 3 entrevistados afirmaram que têm pouco tempo e muito trabalho. A insatisfação pessoal faz com que metade dos entrevistados compre por impulso, enquanto o descontentamento com o corpo leva 2 em cada 3 pessoas a se exercitarem além do necessário.

O consumo de bebidas alcoólicas é o quinto no ranking de excessos relatados. Apenas 12% dos entrevistados admitem cometer excesso. O resultado vai ao encontro dos dados do mais recente levantamento da Organização Mundial da Saúde sobre álcool, que mostra que o consumo no Brasil caiu 10% (de 8,8 para 7,8 litros) por pessoa entre 2010 e 2016.

“O trabalho de conscientização para o consumo responsável de bebidas alcoólicas é fundamental para a construção de uma cultura de moderação. Com a pesquisa Excessos dos Brasileiros conseguimos entender melhor os motivos que levam ao consumo exagerado e podemos desenvolver novas estratégias para abordar o tema, principalmente junto aos mais jovens”, afirma José Augusto Rodrigues da Silva, presidente executivo da Associação Brasileira de Bebidas (ABRABE), que mantém a plataforma Sem Excesso.

O estudo também revela que 15% dos entrevistados começaram a beber entre os 11 e 14 anos, enquanto quase metade adquiriu este hábito entre os 15 e 17 anos. Em ambos os casos, amigos e familiares são os principais motivadores. Além disso, existe uma pressão social para o consumo, já que mais de 30% dos entrevistados sofreu preconceito por não beber.

“Os resultados da pesquisa Excessos dos Brasileiros mostram que mais de metade das pessoas começa a consumir bebidas alcoólicas antes dos 18 anos. Nesta fase da vida, o organismo ainda não está totalmente desenvolvido. O fígado, por exemplo, ainda não está preparado para metabolizar o álcool e isso pode ser um dos fatores que leva à dependência. Por isso, é importante termos respeito pela bebida”, explica o médico hebiatra Maurício de Souza, que analisou o estudo.

A pesquisa Excessos dos Brasileiros ouviu mil pessoas de 18 a 24 anos de todas as regiões do Brasil. Quer saber mais? Confira o infográfico!

Sobre a plataforma Sem Excesso – O semexcesso.com.br é uma plataforma de conscientização sobre o consumo responsável de bebidas alcoólicas, que concilia ações off-line e canais online como a fanpage no Facebook, site, Instagram e Youtube. Trata-se da primeira campanha para o público jovem, com a participação conjunta de grandes representantes do setor de bebidas associadas à ABRABE. O projeto começou em 2010, com o concurso cultural “Comemore com Sucesso, Sem Excesso”, iniciativa laureada com o 30º prêmio POP de Opinião Pública. As ações ganharam força e importância até que, em novembro de 2011, foi inaugurado o portal Sem Excesso, o primeiro espaço exclusivo do País voltado para discussão do tema, oferecendo não apenas informações e notícias, mas também a oportunidade de se debater sobre o assunto de forma aberta, de olho na realidade em que a sociedade atual está inserida.

Crédito da foto: Reprodução da internet / Sem Excesso

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.